O etnógrafo e seus "outros": informantes ou detentores de conhecimento especializado?

Autores

  • Priscila Faulhaber

Resumo

O exame do arquivo Curt Nimuendaju representa uma oportunidade de correlacionar etnografia e alteridade na pesquisa em dois momentos históricos: a primeira metade do século XX e os dias de hoje. A partir da análise da trajetória desse etnógrafo e de suas relações com a formação do campo antropológico, problematiza-se, 60 anos após sua morte, a historicidade da interpretação, nos dias de hoje, do resultado de suas práticas etnográficas, numa perspectiva de diálogo com anciãos Ticuna. Destacam-se dois aspectos da transformação de artefatos rituais em objetos etnográficos: a intencionalidade e a objetivação.

Downloads

Publicado

2005-01-31