Can extreme returns predict the cross-section of expected returns in the Brazilian market?

Authors

DOI:

https://doi.org/10.12660/rbfin.v20n1.2022.84384

Keywords:

Extreme returns, Emerging markets, Lottery-like payoffs, Cross-sectional predictability

Abstract

This article extends the evidence of maximum (MAX) and minimum (MIN) daily return effects on stock performance to the Brazilian market. Our sample includes data on daily and monthly stock returns of the firms listed on the Brazilian stock exchange between January 2001 and December 2018. To test whether extreme returns can predict the cross-section of expected returns, we perform univariate and bivariate portfolio analyses and the Fama-MacBeth regression. The results suggest a negative (positive) relationship between MAX (MIN) and the cross-section of future stock returns, which supports the hypothesis that idiosyncratic lottery-like payoffs are priced in equilibrium. This work is of interest to investors seeking insight into how to analyze high-risk and reward opportunities in the Brazilian stock market.

Author Biographies

Naielly Lopes Marques , PUC-RIO/Aluna de Doutorado

Naielly Marques é Doutoranda em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio (2019-2023), Mestre em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio (2017-2019), graduada em Administração de Empresas pela Universidade Veiga de Almeida - UVA (2016) e Técnica em Segurança do Trabalho pelo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - CEFET (2014). Estudou na Academia da Força Aérea (AFA) e possui dois anos de experiência no setor privado na área de Saúde e Segurança do Trabalho. Atualmente, é pesquisadora pelo NUPEI - Núcleo de Pesquisa em Energia e Infraestrutura da PUC-Rio (http://nupei.iag.puc-rio.br/) com atuação em projetos de Energia, Infraestrutura, Parcerias Público Privadas, Blockchain Economics e Análise de Projetos em Condições de Risco, Incerteza e Flexibilidade. Possui experiência na área de Finanças, principalmente, nos seguintes temas: opções reais, análise de investimentos sob incertezas e derivativos financeiros.

Marcelo Cabus Klotzle, PUC-RIO/ PROFESSOR PPGA

Possui graduação em Administração - Universität Bayreuth (Alemanha) (1994) e doutorado em Economia - Katholische Universität Eichstätt (Alemanha) (1999). Fez pós-doutorado em Finanças Comportamentais pela McMaster University (Canadá) (2009). Atualmente é professor associado da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Administração e Economia, com ênfase em Administração Financeira, Mercado de Capitais e Economia, Finanças Internacionais e Econometria, atuando principalmente nos seguintes temas: economia financeira, finanças comportamentais, mercado de capitais, econometria, finanças internacionais e economia internacional. Tem livros e artigos publicados no Brasil e no exterior. É coordenador do FINE - Núcleo de Pesquisa em Finanças do IAG PUC-Rio e Pesquisador associado do NUPEI - Núcleo de Pesquisa em Energia e Infraestrutura do IAG PUC-Rio. Foi ganhador do prêmio de melhor working paper em economia do Banco Central do Brasil na Edição de 2018. É Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2 e Cientista do Nosso Estado - FAPERJ.

Antonio Carlos Figueiredo Pinto, PUC-RIO/ PROFESSOR PPGA

Possui graduação em Administração pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1977). É Doutor em Economia pela EPGE da Fundação Getúlio Vargas - RJ (1985). Atualmente é professor do IAG (Instituto de Administração e Gerência) da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Tem experiência e diversos trabalhos publicados em revistas científicas e anais de Congressos na área de Administração, com ênfase em derivativos e mercados financeiros. Nos anos de 2007 e 2008, esteve licenciado da PUC e dirigiu, em São Paulo, o Instituto Educacional da BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros). Nesse período, dentre as várias atividades das quais participou, foi um dos representantes da BM&F no Grupo de Trabalho coordenado pela CVM responsável pela elaboração da "Estratégia Brasileira de Educação Financeira".

Paulo Vitor Jordão da Gama Silva, UNIGRANRIO / PROFESSOR PPGA

Doutor em Administração de Empresas com ênfase em Finanças pela PUC-RIO, também possui mestrado em Finanças pela mesma instituição. Possui MBA em Gestão Tributária e Fiscal (UNESA) e graduação em Administração (PUC-RIO) e Contabilidade (UNESA). Possui experiência profissional em empresas públicas, privadas e multinacionais, tendo atuado em áreas como: planejamento e controle financeiro, controladoria, contabilidade e projetos financeiros. Atualmente é professor adjunto do PPGA da UNIGRANRIO (onde atua com pesquisas nas áreas governança corporativa, finanças comportamentais e inovações financeiras/mercado de capitais), proprietário da empresa Blockchain Finance (com foco em cursos de criptomoedas e projetos de consultoria), membro do Núcleo de Pesquisa em Finanças (FINE / PUC-RIO) e membro / professor na Associação de Peritos Judiciais do Estado do Rio de Janeiro (APJERJ). Possui publicações em periódicos nacionais e internacionais.

Downloads

Published

04/09/2022 — Updated on 05/07/2022