Distribuição, Mobilidade e Polarização de Renda no Brasil: 1987 a 2003

Autores

  • Erik Alencar de Figueirêdo UFRGS
  • José Luis da Silva Netto Junior UFRGS
  • Sabino da Silva Pôrto Junior UFRGS

Resumo

Este estudo busca investigar o padrão de transformação da distribuição pessoal de renda brasileira e de suas regiões geográficas no período de 1987 a 2003. Procura-se ainda identificar os fatores motivadores de tal transformação ressaltando os aspectos inerentes às mobilidades de renda e educacional. Para tanto, utilizam-se uma série ferramentais estáticos e dinâmicos, onde se destacam a medida de polarização de renda proposta por Duclos, Esteban e Ray (2004) e o cálculo das matrizes de transição de probabilidade. Os resultados apontam uma substancial mudança na distribuição de renda brasileira. Grosso modo, observou-se a polarização dos salários nas faixas de renda inferiores e superiores. Este movimento foi acompanhado por um intenso aumento na mobilidade educacional, que por sua vez, está associado a um decréscimo do efeito familiar. No entanto, tal comportamento se dá de forma diferenciada no âmbito regional.

Biografias Autor

Erik Alencar de Figueirêdo, UFRGS

Doutorando em economia - UFRGS

José Luis da Silva Netto Junior, UFRGS

Doutorando em economia - UFRGS

Sabino da Silva Pôrto Junior, UFRGS

Professor do Programa de Pós-Graduação em Economia da UFRGS

Publicado

14-08-2007

Edição

Seção

Artigos