Ensaiando interpretações e estratégias para o campo da administração pública no Brasil

Conteúdo do artigo principal

Élvia Mirian Cavalcanti Fadul
Mônica de Aguiar Mac-Allister da Silva
Lindomar Pinto da Silva

Resumo

Este ensaio objetiva refletir sobre a administração pública como campo de conhecimento; especificamente, interpretar o campo no seu estágio atual e indicar estratégias para seu desenvolvimento no Brasil. Esta reflexão é baseada no conceito de campo de conhecimento de Bourdieu (2004); evidencia as características mais marcantes do campo da administração pública, destacando a necessidade de libertar-se da análise dos movimentos ocorridos no panorama público nacional, para compreender teoricamente o que justifica esses movimentos, explicá-los à luz das teorias existentes ou desenvolver teorias que os expliquem; indica a necessidade de repensar a pesquisa e sua condição de submissão ou escravidão a esses movimentos; e sugere a necessidade de se estabelecerem mais claramente os limites disciplinares, procurando a determinação do objeto e dos temas, e a coerência teórica e metodológica de sua abordagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Fadul, Élvia M. C., Mac-Allister da Silva, M. de A., & da Silva, L. P. (2012). Ensaiando interpretações e estratégias para o campo da administração pública no Brasil. Revista De Administração Pública, 46(6), 1437 a 1458. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/7130
Seção
Artigos