A repercussão da corrupção brasileira na mídia: uma análise comparada das revistas Der Spiegel, L‘Obs, The Economist, Time e Veja

Conteúdo do artigo principal

Germano Gehrke
José Alonso Borba
Denize Demarche Minatti Ferreira

Resumo

O presente artigo investiga notícias sobre corrupção ocorridas no Brasil e veiculadas em revistas semanais de ampla circulação nas quatro maiores economias ocidentais; Der Spiegel (Alemanha), L‘Obs (França), The Economist (Reino Unido) e Time (Estados Unidos da América). Também compara aquelas com as publicadas em revista brasileira (Veja). Por meio de análise de correlação avaliou-se o comportamento das notícias publicadas nessas revistas de 2003 a 2014. O artigo ainda quantificou as formas de corrupção praticada no Brasil. Entre os principais resultados, pode-se inferir que a análise das notícias sobre corrupção publicadas na revista Veja está correlacionada com as veiculadas nas revistas estrangeiras analisadas. Outrossim, houve um aumento gradativo das notícias sobre o Brasil nas revistas da amostra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Gehrke, G., Borba, J. A., & Ferreira, D. D. M. (2017). A repercussão da corrupção brasileira na mídia: uma análise comparada das revistas Der Spiegel, L‘Obs, The Economist, Time e Veja. Revista De Administração Pública, 51(1), 157–167. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/65933
Seção
Fórum: Perspectivas Práticas