Reforma gerencial e legitimação do estado social

Conteúdo do artigo principal

Luiz Carlos Bresser-Pereira

Resumo

Este artigo relaciona três fatos históricos novos após a Segunda Guerra Mundial: o surgimento do estado social ainda nos anos 1940, sua contestação por uma ideologia neoliberal rentista e financista que se torna dominante a partir dos anos 1980, e a formulação e adoção da reforma gerencial como uma forma de legitimar o estado social ante o ataque que estava sofrendo, tornando a provisão dos seus grandes serviços sociais universais mais eficientes. A Reforma Gerencial do Estado de 1995 no Brasil foi formulada e vem sendo implementada de acordo com essa lógica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Bresser-Pereira, L. C. (2017). Reforma gerencial e legitimação do estado social. Revista De Administração Pública, 51(1), 147–156. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/65932
Seção
Perspectivas