RAE adota as normas da American Psychological Association - APA para formatação de citações e referências.

As publicações são citadas no corpo do texto em um sistema autor-data e inseridas, em ordem alfabética, na lista de referências.

i. Citações

ii. Referências

Formatação geral

Fonte: Times New Roman, tamanho 12.

Alinhamento: hanging indent – para referências com mais de uma linha, deve-se recuar à direita a partir da segunda linha. A primeira linha mantem-se à esquerda.

Espaçamento entre linhas: 1,5.

Listagem de nomes: deve-se utilizar vírgulas para separar os nomes dos autores. Antes do último autor, utilizar “&” precedido de vírgula. Exemplo:

Barki, E., Comini, G., Cunliffe, A., Hart, S. L., & Rai, S. (2015).

Abreviaturas aceitas na lista de referências:

Abreviaturas Partes de livros e outras publicações
ed. Edição (edition)
Rev. ed. Edição revisada (revised edition)
2ª(nd) ed. Segunda edição (second edition)
Ed. (Eds.) Editor(es) (editors[s])
Trad. (Trans.) Tradutores (translator[s])
s.d. (n.d.) Sem data (no date)
p. (pp.) Páginas (page[s])
Vol. Volume
Vols. Volumes
No. Número (number)
Pt. Parte (part)
Rel. Téc. (Tech Rep.) Relatório técnico (Technical report)
Supl. (Suppl.) Suplemento (supplement)

Ordenação de nomes

As referências devem ser organizadas em ordem alfabética pelo sobrenome do primeiro autor, seguido pelas iniciais dos prenomes.

Ordenação de trabalhos com o mesmo primeiro autor:

o Obras de apenas um autor ou múltiplos autores são ordenadas pelo ano de publicação, em ordem crescente:

Mazzon, J. A. (1982).
Mazzon, J. A. (1983).

Pozzebon, M., & Freitas, H. (1997).
Pozzebon, M., & Freitas, H. (1998).

o Obras de um único autor procedida de publicações de múltiplos autores que se iniciam com o mesmo sobrenome:

Zambaldi, F. (2012)
Zambaldi, F., Moura. M., Aranha, F., & Ferreira, E. (2010).

o Referências com o primeiro autor em comum e com o segundo e terceiro diferentes devem ser ordenadas alfabeticamente:

Carrieri, A. P., Diniz, A. P. R., Souza, E. M., & Menezes, R. S. S. (2013). 
Carrieri, A. P., Souza, E. M., & Aguiar, A. R. C. (2014).

o Referências com o(s) mesmo(s) autor(es) e mesma data de publicação, devem ser organizadas por ordem alfabética pelo título (exclui-se A ou The), letras minúsculas – a, b, c e assim por diante – são inseridas após o ano, entre parênteses:

Hernandez, J. M. C. (2002a). Resenha múltipla...
Hernandez, J. M. C. (2002b). Um estudo empírico...

Ordenação de trabalhos de autores diferentes com o mesmo sobrenome

Trabalhos de autores distintos com o mesmo sobrenome devem ser ordenados alfabeticamente pela primeira inicial:

Lee, K., & Allen, N. J. (2002).
Lee, Y., & Davis, P. (2008).

Nota: Deve-se incluir as iniciais do primeiro autor em todas as citações.

Atenção: Para nomes hifenizados, deve-se conservar os hífens e incluir ponto após cada inicial (Chanlat, J.-F., para Jean-François Chanlat).

Editores

• Deve-se inserir os nomes do(s) editor(es) na posição de autor(es) procedido(s) por “Ed.” ou “Eds.”, após o nome do último editor.
• Para referências a capítulos de livros com editor(es), deve-se inverter o(s) nome(s) do(s) editor(es), conforme exemplo:

Autor, A. (2009). Título do capítulo. In E. E. Editor (Ed.), Título do livro (pp. xx-xx). Localidade: Editora.

o Em caso de livro sem editor, inclua somente In antes do título do livro.

Data de publicação

• Para revistas, boletins informativos e jornais, deve-se indicar o ano seguido da data da publicação (mês ou mês e dia). Caso a data seja informada com estação do ano, deve-se indicar o ano e a estação.
• Para artigos que foram aceitos para publicação e ainda não foram publicados, informar no lugar do ano no prelo.
• Caso a data de publicação não esteja disponível, inserir “n.d.” entre parênteses.

Títulos

 Título de artigo ou de capítulo

• Deve-se usar inicial maiúscula somente na primeira palavra do título e do subtítulo, além de nomes próprios.

Supply chain resilience analysis: A Brazilian automotive case

 Título de periódicos científicos, boletins informativos, revistas

• O nome do periódico deve ser indicado por extenso e em itálico, alternando letras maiúsculas e minúsculas.

RAE-Revista de Administração de Empresas

 Títulos de livros e relatórios

• Deve-se usar inicial maiúscula somente na primeira palavra do título e do subtítulo, além de nomes próprios.
• Faz-se necessário indicar informações adicionais, tais como: edição, número do relatório, volume, etc.) logo após o título, entre parênteses.

Advances in behavioral finance (Vol. 2).

Informações adicionais devem ser incluídas entre colchetes. Veja exemplos a seguir:

Carta ao editor [Letter to the editor]
Edição especial [Special Issue]
Seção especial [Special Section]
Monografia [Monograph]
Resumo [Abstract]
Arquivo de áudio via internet [Audio podcast]
Arquivo de dados [Data file]
Folheto [Brochure]
Filme [Motion picture]
Apontamentos em palestra [Lecture notes]
CD
Programa de computador [Computer software]
Arquivo de vídeo via internet [Video webcast]
Material suplementar [Supplemental material]

Informações de publicação

 Periódicos científicos, boletins informativos, revistas

• Deve-se indicar o número do volume em itálico após o título do periódico, além do número da edição junto ao volume, entre parênteses, seguido do número de páginas.

RAE-Revista de Administração de Empresas54(6), 606-618.

 Livros e relatórios

• Deve-se informar a localidade (cidade e estado, caso seja fora do Brasil, informar a cidade e o país) da editora.

Rio de Janeiro, RJ: Editora FGV

Washington, EUA: The Brookings Institution

 Fontes eletrônicas e informações do localizador

• Versões eletrônicas baseadas em fontes impressas, deve-se informar o número de páginas, precedido de “pp”.
• Deve-se informar o DOI, caso tenha sido atribuído, caso não tenha sido, indicar o URL da página inicial do periódico, livro ou editora do artigo.
• Não deve-se incluir datas de acesso.

Citando as fontes no texto

Citação direta

Deve-se reproduzir exatamente o texto ou frase publicados por outro autor ou pelo próprio autor. No texto, deve-se informar o autor, o ano e a página específica ou número do parágrafo em caso de material sem paginação, na lista de referências, deve-se incluir a referência completa. Para citação com menos de 40 palavras, citá-la entre aspas duplas e incorporá-la ao parágrafo. Veja exemplos a seguir:

Caso a citação apareça no meio de uma oração, deve-se utilizar aspas duplas e incluir o ano entre parênteses.

For March (2007), EGOS was conceived “[…] as a kind of intellectual social movement within organizations scholarship, defending, developing and extending a particular point of view and producing, augmenting and proclaiming European resistance […]” (p. 10) to the hegemony of North-American scholars.

Caso a citação apareça no fim da oração, cite a fonte entre parênteses imediatamente depois das aspas.

The analysis of empowerment involves, therefore, “exploring how the different catalysts cause empowerment as well as changes in empowerment capacity at individual and community levels” (Corbett & Keller, 2005, p. 95).

Para citação com 40 palavras ou mais, deve-se apresentá-la em um parágrafo distinto, com recuo à esquerda de 1,3 cm, sem aspas, espaçamento de 1,5 linhas. Em caso de parágrafos dentro da citação, deve-se recuar a primeira linha de cada um com 1,3 cm à esquerda. No final da citação, deve-se informar a fonte e o número da página entre parênteses, depois do ponto final. Veja exemplo abaixo:

Today, the market tends to become the shaping force of society at large, and the peculiar type of organization that meets its requirements has assumed the character of a paradigm for organizing human existence at large. In such circumstances, the market pattern of thinking and language tends to become equivalent to patterns of thinking and language at large; this is the environment of cognitive politics. Established organizational scholarship is uncritical or unaware of these circumstances, and thus is itself a manifestation of the success of cognitive politics. (Guerreiro Ramos, 1989, p. 92)

Caso a fonte seja citada na oração que introduz a citação (por exemplo, “Em 1989, Guerreiro Ramos afirmou que...”), deve-se informar somente o número da página no fim da citação.

Citação direta de material da internet sem paginação

Citações diretas de material eletrônico devem ser citadas informando o autor, o ano e o número de páginas entre parênteses. Em função de muitas fontes eletrônicas não indicarem paginação, inclua o número do parágrafo, caso seja numerado. Utilize a abreviatura “para”. Veja exemplo:

To George and Scerri (2007), “the alternative source for legal information is provided by the free access providers” (para. 7).

Caso o número de páginas ou de parágrafos sejam informados, indicar o título e o número do parágrafo no final da citação, entre parênteses.

Diniz (2014) afirma que a RAE “tem investido no processo de internacionalização e isto inclui: a chamada e publicação de artigos e a participação de pesquisadores estrangeiros em seu comitê editorial” (Internacionalização da RAE-Revista de Administração de Empresas, para. 1).

Quando os títulos são muito longos para serem citados integralmente, deve-se utilizar um título entre aspas para citação entre parênteses.

The alternative source for legal information is provided by the free access providers (Mowbary, Greenleaf, Chung, & Autin, 2007, “Improving stability and performance”, para 7).

Atenção: Deve-se utilizar reticências com os pontos separados em caso de supressão de texto. Exemplo:

“legitimacy is not a commodity to be possessed or exchanged but a condition reflecting cultural alignment . . .” (Scott, 1995, p. 45).

Epígrafes

São apresentadas no início do texto, antes da introdução, com recuo à esquerda de 1,3 cm. Na linha seguinte ao final da epígrafe, incluir nome e sobrenome do autor (se o autor for bem conhecido, incluir somente seu sobrenome), bem como o título da obra, alinhados à direita e precedidos de travessão. Não é preciso incluir a fonte nas Referências.

Todo ponto de vista é a vista de um ponto. Para entender como alguém lê, é necessário saber como são seus olhos e qual é a sua visão do mundo.
−Leonardo Boff, A águia e a galinha: uma metáfora da condição humana

No caso de epígrafes de livros ou periódicos científicos, deve-se citar o autor, ano e a página no fim da epígrafe, em parênteses. É necessário incluir a fonte nas Referências.

While laissez-faire economy was the product of deliberate state action, subsequent restrictions on laissez-faire started in a spontaneous way. Laissez-faire was planned; planning was not. (Polanyi, 2001, p. 147)

 

Trabalhos de um autor

O sistema autor-data sugere que o sobrenome do autor (não deve-se incluir sufixos como Jr.) e o ano sejam inseridos no texto.

Para Cooke (2003), assim, aquilo que é considerado historiografia contribui para a legitimação das instituições, práticas e corpos de conhecimento contemporâneos.

Nesse campo emergente, defende-se, ainda, que estudos históricos dizem respeito ao presente e ao passado, concomitantemente (Cooke, 2003).

Trabalhos de múltiplos autores

Em caso de trabalhos de dois autores, deve-se citar sempre os dois autores no texto. Para três, quatro ou cinco autores, deve-se informar o sobrenome de todos os autores na primeira citação; para as citações subsequentes, incluir o sobrenome do primeiro autor seguido de et al. (sem itálico).

Pozzebon, Diniz, and Jayo (2009) have presented a conceptual framework [Primeira citação no texto]

Pozzebon et al. (2009) have presented a conceptual framework [Citações subsequentes]

Nota: Ao citar um trabalho no texto, deve-se usar "e"/ "and"/ "y" antes de último sobrenome. Para citações entre parênteses, em tabelas, em títulos de figuras e na lista de referências, utilizar “&”.

Gomes e Novaes (2006) reportam que os benefícios são aproveitados por todos os acionistas (Grossman & Hart, 1980)

Para trabalhos com seis autores ou mais, deve-se informar o sobrenome do primeiro autor seguido de et al. (sem itálico) e o ano na primeira citação e nas subsequentes.

Entidade como autor

Entidades que atuam como autores (corporações, associações, órgãos governamentais, etc) devem ser citadas por extenso sempre que aparecem no texto em caso de nomes longos ou difíceis. Quando a abreviatura é compreensível, pode-se utilizá-la a partir da segunda citação.

Autores com o mesmo sobrenome

Em caso de publicações de dois ou mais autores principais com o mesmo sobrenome, deve-se indicar as iniciais do primeiro autor em todas as citações do texto, mesmo que o ano de publicação seja distinto.

Referências:

Lee, H. (2002). Aligning supply chain strategies with product uncertainties. California Management Review44(3), 105-119.

Lee, P., Yeung, A., & Edwin Cheng, T. (2009). Supplier alliances and environmental uncertainty: An empirical study. International Journal of Production Economics120(1), 190-204.

Citações:

According to studies by H. Lee (2002) and P. Lee, Yeung, and Edwin Cheng (2009).

 

Dois ou mais trabalhos dentro dos mesmos parênteses

Devem ser ordenados conforme aparecem na lista de referências. Citações de trabalho no prelo devem ser incluídas por último.

efeitos do desenvolvimento econômico (Puri, 2006, 2007)

Para citações do(s) mesmo(s) autor(es) com o mesmo ano de publicação, utilizar os sufixos a, b, c e assim por diante após o ano.

conforme estudos (Diniz, 2014a, 2014b)

Dois ou mais trabalhos de autores diferentes, quando citados entre parênteses, devem ser apresentados em ordem alfabética

Inúmeros estudos (Barros & Carrieri, 2015; Taupin, 2015)

Fontes secundárias

Deve-se incluir a fonte secundária na lista de referências e no texto, informe a fonte primária seguida da secundária.

Em consonância, uma pesquisa com dados simulados feita por Zwick e Velicer (1986, como citado em Laros e Puente-Palacios, 2004).

Citações de partes específicas de uma fonte

Para citações de partes específicas de uma fonte, deve-se indicar a página, o capítulo, a figura, a tabela ou a equação no local adequado no texto.

(Fleury & Fleury, 2011, capítulo 5)

(Alcadipani, 2005, p. 29)

Citações de texto entre parênteses

Deve-se utilizar vírgula, ao invés de colchetes, para separar data.

(veja Figura 1 de Miotto & Parente, 2015)


Exemplos de citações no texto

O Quadro 1 apresenta exemplos de citações:

Quadro 1
Estilos básicos de citação

Tipo de citação Primeira citação no texto Citações subsequentes no texto Formato entre parênteses, primeira citação no texto  Formato entre parênteses, citações subsequentes no texto
Trabalho de um autor Walker (2007) Walker (2007) (Walker, 2007)  (Walker, 2007) 
Trabalho de dois autores Walker and Allen (2004)   Walker and Allen (2004) (Walker & Allen, 2004) (Walker & Allen, 2004)
Trabalho de três autores Bradley, Ramirez, and Soo (1999)   Bradley et al. (1999) (Bradley, Ramirez, & Soo, 1999) (Bradley et al., 1999)
Trabalho de quatro autores Bradley, Ramirez, Soo, and Walsh (2006)    Bradley et al. (2006) (Bradley, Ramirez, Soo & Walsh, 2006) (Bradley et al., 2006)
Trabalho de cinco autores Walker, Allen, Bradley, Ramirez, and Soo (2008)  Walker et al. (2008)  (Walker, Allen, Bradley, Ramirez, & Soo, 2008) (Walker et al., 2008)
Trabalho de seis ou mais autores Wasserstein et al. (2005)   Wasserstein et al. (2005) (Wasserstein et al., 2005) (Wasserstein et al., 2005)
Entidades (identificadas por abreviaturas) como autores National Institute of Mental Health (NIMH, 2003)   NIMH (2003) (National Institute of Mental Health [NIMH], 2003) (NIMH, 2003)
Entidades (sem abreviação) como autores University of Pittsburgh (2005) University of Pittsburgh (2005) (University of Pittsburgh, 2005) (University of Pittsburgh, 2005)

Recuperado de “Manual de publicação da APA”, de G. R. VandenBos et al. (Eds), 2012, p. 205.

Referências

Periódicos

São publicações regulares, como revistas, jornais e boletins informativos.

Autor, A., Autor B., & Autor C. (ano). Título do artigo. Título do Periódicovolume(número), páginas.

• Artigo de periódico com DOI

Mascarenhas, A. O., Gonçalves-Dias, S. L. F., & Baptista, R. (2015). Elementos para discussão da escravidão contemporânea como prática de gestão. RAE-Revista de Administração de Empresas55(2), 175-187. doi:10.1590/S0034-759020150207

• Artigo de periódico com DOI, mais de sete autores

Wouters, M. W. J. M., Karim-Kos, H. E., Cessie, S. le., Wijnhoven, B. P. L., Stassen, L. P. S., Steup, W. H., ... Tollenaar, R. A. E. M. (2009). Centralization of   esophageal cancer surgery: Does it improve clinical outcome. Surgical Oncology16(7), 1789-1798. doi:10.1245/s10434-009-0458-9

o Deve-se citar os seis primeiros autores, seguidos de reticências e o nome do último autor.
o No texto, citar Wouters et al., 2009.
o Quando a referência tem até sete autores, deve-se citar todos os nomes.

• Artigo de periódico sem DOI (quando o DOI está indisponível)

Raupp, F. M., & Pinho, J. A. G. (2012). Possibilidades de participação no legislativo municipal por meio de portais eletrônicos. Cadernos Gestão Pública e       Cidadania17(61), 169-192. Retrieved from http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cgpc/index

o Em caso de ausência do DOI e o acesso à referência foi por meio eletrônico, deve-se informar o URL da página inicial do periódico.
o Não é preciso informar a data de acesso.

• Artigo de periódico com DOI, publicação eletrônica antecipada

Nyberg, D., & Wright, C. (2015). Performative and political: Corporate constructions of climate change risk. Organization. Advance online publication. doi:10.1177/1350508415572038

Nascimento, M., Oliveira, J., Teixeira, J., & Carrieri, A. (2014). Com que cor eu vou pro shopping que você me convidou? RAC-Revista de Administração Contemporânea. Publicação eletrônica antecipada. Recuperado de http://www.anpad.org.br/periodicos/content/frame_base.php?revista=1

o Caso não conste o DOI em um artigo acessado eletronicamente, informe o URL da página inicial do periódico.

• Artigo em produção publicado em um arquivo pré-impresso

Pozzebon, M., Tello Rozas, S., & Delgado, N. (in press). Use and consequences of participatory GIS in a Mexican municipality: Applying a multilevel framework. RAE-Revista de Administração de Empresas. Retrieved from http://rae.fgv.br/sites/rae.fgv.br/files/use_and_consequences_of_participatory_gis_in_a_mexican_municipality_applying_a_multilevel_framework.pdf

o O URL exato é usado porque o artigo está publicado informalmente e ainda não está indexado no site de um periódico.

• Artigo de revista

Callamard, A. (2015, Janeiro/Junho). O Brasil e a internet: Como construir uma governança global. GV-executivo14(1), 18-21.

• Artigo de revista eletrônica

Brandão, M. M., Parente, J., & Oliveira, B. B. (2010). Percepção de crowding no varejo: Uma investigação exploratória no mercado brasileiro. RAE-eletrônica9(2). Recuperado de http://rae.fgv.br/rae-eletronica/

• Artigo de boletim informativo, sem autor

Muralha de D. Dinis. (2014, Abril). Secretaria-Geral – Ministério da Educação e Ciência. Recuperado de https://www.bportugal.pt/pt-PT/ServicosaoPublico/MuralhadeDDinis/programa/Paginas/geral.aspx

o Neste caso é preciso inserir o URL exato devido à difícil localização de artigos específicos em boletins informativos
o Trabalhos sem autoria devem ser listados em ordem alfabética pela primeira palavra do título (neste caso, “Muralha”).
o Na citação, utilize o título abreviado (ou inteiro caso seja curto) entre aspas para citação entre parênteses (“Muralha de D. Dinis”, 2014).

• Artigo de jornal

Schwartsman, H. (2014, Julho 30). Drogas e poder. Folha de São Paulo, São Paulo, p. A2.

o Números de páginas devem ser precedidos com “p” (página única) ou “pp” (duas ou mais páginas).

• Artigo de jornal eletrônico

Rolli, C., & Fraga, E. (2015, 12 Abril). Busca por competitividade deve crescer e ampliar desemprego. Folha de São Paulo. Recuperado de http://www.folha.uol.com.br/

o Deve-se informar o URL da página inicial para evitar URLs inativos.

• Edição ou seção especial em periódico

Silva, J. F. (Ed.). (2007). Estudos em Estratégia [Edição especial]. RAE-Revista de Administração de Empresas47(4).

Mendes-da-Silva, W., Costa, N. C., Barros, L. A., Armada, M. R., Norvilitis, J. M. (Eds.). (2015). Behavioral finance: Advances in the last decade [Seção especial]. RAE-Revista de Administração de Empresas55(1), 10-64.

o Deve-se informar a paginação referente à seção especial.
o Deve-se identificar os nomes dos editores da edição ou seção especial e o título dela.
o Caso não possua editores, o título da edição deve ser deslocado para o lugar do autor, antes do ano de publicação. A referência deve aparecer em ordem alfabética pela primeira palavra relevante do título. No texto, abrevia-se o título entre aspas para citação entre parênteses.
o Para citar artigos dentro de uma edição especial, basta seguir o formato apresentado para citação de artigos.


Livros, obras de referência e capítulos de livros

Inclui livros e obras de referência, como dicionários, enciclopédias, entre outras, sejam impressos ou publicados em meio eletrônico.

• Livro – versão impressa

Williamson, P. J., Ramamurti, R., Fleury, A., & Fleury, M. T. L. (2013). The competitive advantage of emerging market multinationals. Cambridge: Cambridge.

Fonseca, C. E. C., Meirelles, F., & Diniz, E. (2010). Tecnologia bancária no Brasil: Uma história de conquistas, uma visão de futuro. São Paulo, SP: Editora FGV.

• Versão eletrônica de livro impresso

Carrieri, A. P., & Saraiva, L. A. S. (2007). Simbolismo organizacional no Brasil. Recuperado de http://www.amazon.com.br

• Livro apenas em formato eletrônico

Valentim, M. (2010). Gestão, mediação e uso da informação. Recuperado de http://books.scielo.org/id/j4gkh

• Obra de referência

Razzolini Filho, E., & Zarpelon, M. I. (2005). Dicionário de administração de A a Z. Curitiba: Juruá.

• Obra de referência não inglesa, título traduzido para o inglês

Academia Brasileira de Letras. (2009). Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa [Spelling Vocabulary of the Portuguese Language] (5th ed.). Rio de Janeiro, Brasil: ABL.

• Capítulo de livro

Zietsma, C., & McKnight, B. (2009). Building the iron cage: Institutional creation work in the context of competing protoinstitutions. In T. Lawrence, R. Suddaby, & B. Leca (Eds.), Institutional work: Actors and agency in institutional studies of organizations (pp. 143-177). Cambridge, UK: Cambridge University Press.


Relatórios técnicos e de pesquisa

Relatórios técnicos e de pesquisa descrevem pesquisa original e complementam a publicação formal. Neste tipo de trabalho, incluem-se recursos adicionais, detalhes, métodos de pesquisa e experimentos. As referências devem ser formatadas conforme padrão para livros.

• Autor corporativo, relatório governamental

Brasil. Secretaria de Estado de Planejamento, Governo de Mato Grosso. (2014). Relatório de ação governamental. Recuperado de http://www.repositorio.seplan.mt.gov.br/orcamento/gestao/rag/rag2014/RAG2014-SINTETICO.pdf

• Relatório com indicação do autor, de organização não governamental

Singer, S. (Ed). (2011). The energy report – 100% renewable energy by 2050. Retrieved from World Wide Fund for Nature website: http://awsassets.wwf.ca/downloads/the_energy_report.pdf

• Relatório de arquivo institucional

Fundação Getulio Vargas. (2013). Relatório Anual. Recuperado da Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas: http://portal.fgv.br/sites/default/files/fgv-relatorio-anual-2013.pdf

 


Encontros, congressos e simpósios

Constituem-se de artigos apresentados que não foram publicados formalmente.

•  Contribuição em simpósio

Moori, R. G., Pescarmona, A., & Kimura, H. (2012, Agosto). Manufatura enxuta e desempenho de negócios. In M. A. de Vasconcellos (Coordenador geral), XV Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais. Simpósio organizado pela Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de São Paulo, São Paulo, Brasil.

• Resumo de trabalho apresentado em conferência, acessado eletronicamente

Boava, D. L. T., & Macedo, F. M. F. (2006, Setembro). Estudo sobre a essência do empreendimento. Artigo apresentado no Trigésimo Encontro da ANPAD, Salvador, BA. Resumo recuperado de http://www.anpad.org.br/enanpad/2006/htm/enanpad2006-esoc-2015-resumo.html

 


Teses de doutorado e dissertações de mestrado

Tratam de trabalhos que podem ser acessados em base de dados, arquivos institucionais e websites pessoais. Caso seja acessado por base de dados, deve-se incluir essa informação além do número do acesso ou do pedido na referência.

• Dissertação de mestrado obtida em uma base de dados comercial

Martinka, L. (2012). How social media communities impact consumer behavior (Master’s thesis). Available from ProQuest Dissertations and Theses database. (UMI 1510438)

• Tese de doutorado obtida em uma base de dados institucional

Almeida, G. (2013). Valores, atitudes e intenção empreendedora: Um estudo com universitários brasileiros e cabo-verdianos (Tese de doutorado). Recuperado de http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/

•  Tese de doutorado acessada pela internet

Saldanha, G. (2012). Uma filosofia da Ciência da Informação: Organização dos saberes, linguagem e transgramáticas (Tese de doutorado, Universidade Federal do Rio de Janeiro). Recuperado de http://www.ppgci.ufrj.br/teses-e-dissertacoes/teses-doutorado.html#

 


Resenhas e comentários de pares

São análises de livros, filmes e outros produtos de informação e entretenimento.

o Caso a análise não possua título, utilize o material entre colchetes como título.
o Deve-se identificar entre colchetes o tipo de mídia analisada (livro, filme, programa de televisão, etc).
o Em resenhas de livros, deve-se incluir os nomes dos autores após o título do livro, separados por vírgula.
o Para filmes, DVDs ou outras mídias, deve-se incluir o ano de lançamento após o título, separado por vírgula.

•  Resenha de livro

Costa, A. S. M. (2015). Historical turn: Em busca de um marco teórico crítico para estudos organizacionais. [Resenha do livro Organizations in time: History, Theory, Methods, de M. Bucheli & R. D. Wadhwani]. RAE-Revista de Administração de Empresas55(2), 232-233. doi:10.1590/S0034-759020150213

 


Meios audiovisuais

Incluem filmes, áudios e vídeos, mapas, ilustrações ou fotos.

•  Vídeo

Fundação Getulio Vargas – Management Rio (Produtora). (2013). 6º Painel FGV com Abilio Diniz. Available from http://management.fgv.br/painel-fgv-abilio-diniz

• Podcast

Moura, R. L. & Barros, G. L. (Produtores). (2012, 18 Outubro). Um conceito de renda ampliada em bases mensais para a economia brasileira e sua aplicação [Áudio podcast]. Recuperado de http://portalibre.fgv.br/

• Mapa acessado eletronicamente

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Cartógrafo). (2006). Logística de energia. Recuperado de ftp://geoftp.ibge.gov.br/mapas_tematicos/mapas_murais/logistica_energia_2006.pdf

 


Software

Incluem dados e instrumentos que auxiliam pessoas na realização de pesquisas.

o Se o software possuir um proprietário de direitos, deve-se indicar seu nome como autor, caso contrário, considerar as referências como trabalhos sem autoria.
o Após o título, informar o número da versão, se houver.
o Depois do título ou número da versão, indicar a fonte (programa de computador, linguagem, software, etc). Não utilizar ponto entre título e informações entre colchetes.
o Deve-se indicar a localidade e nome da instituição produtora do trabalho, se houver. Caso o programa possa ser baixado pela internet, indicar.

Publish or Perish (Version 4) [Computer software]. Retrieved from http://www.harzing.com/pop.htm

 


Trabalhos não publicados ou publicados informalmente

São trabalhos que não foram concluídos, foram submetidos para publicação, ou foram concluídos mas não submetidos para periódicos. Inclui-se ainda trabalhos disponíveis em sites pessoais ou institucionais, bases de dados eletrônicas ou arquivos de pré-impressão.

o Caso o trabalho esteja disponível em meio eletrônico, indicar essa informação no final da referência.

• Artigo não publicado

Autor, A., & Autor, B. (Ano). Título do artigo. Artigo não publicado ou Artigo submetido para publicação ou Artigo em preparação.

o Não informar o periódico ou editora ao qual o artigo foi submetido.
o Na citação, informe o ano do esboço pesquisado.


Documentos de arquivos e acervos

Incluem cartas, artigos não publicados, folhetos e panfletos, documentos institucionais e corporativos, bem como materiais não textuais, como fotografias e equipamentos que pertencem a um autor ou fazem parte de coleção institucional.

o Correspondências de coleções particulares devem ser listadas somente com autorização do colecionador.
o Caso cartas da mesma coleção sejam citadas, deve-se listar a coleção como um todo e nas citações, fornecer informações específicas (autor, destinatário e data) para cada carta.
o Colchetes devem ser utilizados para indicar informações que não aparecem no documento e pontos de interrogação em caso de incerteza sobre nomes e datas.
o Em entrevistas e relatos orais, o entrevistado deve identificado como autor. O nome do entrevistador deve ser incluído na descrição.

• Entrevista gravada disponível em acervo

Penha, A. M. (2010). Entrevista por M. C. Mariani e T. Franken [Gravação]. Adolfo Martins Penha (depoimento, 1977). Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC), Fundação Getulio Vargas, Rio de Janeiro.

 


Redes sociais

Na internet existem diversas ferramentas para que as pessoas troquem conhecimento e participem de discussões sobre determinados assuntos.

o Deve-se indicar a data exata da postagem, seguida da linha de assunto da mensagem, conhecida como thread, e a descrição da mensagem entre colchetes após o título.
o Deve-se incluir o URL da mensagem.

• Postagem em blog ou rede social

FGV/EAESP. (2015, 8 abril). Alta do dólar provoca mudanças nos hábitos de consumo dos brasileiros [Post da web]. Recuperado de http://eaesp.fgvsp.br/post/alta-do-dolar-provoca-mudancas-nos-habitos-de-consumo-dos-brasileiros

o Para comentários em blog deve-se informar o nome um apelido (nickname) de quem fez o comentário no campo de autor e inserir “Re:” antes do título da postagem.

Atenção: Toda referência citada no texto deve ser incluída na lista de Referências e vice-versa.