A cidade existe e resiste: Expandindo a dinâmica organizacional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0034-759020210608

Resumo

CIDADES E ESTUDOS ORGANIZACIONAIS: UM DEBATE NECESSÁRIO
Luiz Alex Silva Saraiva e Alessandro Gomes Enoque (Orgs.). Ituiutaba/MG, Brasil: Barlavento, 2019. 433 p.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Czarniawska, B. (2014). A theory of organizing. London, UK: Edward Elgar.

Das, V., & Poole, D. (Orgs.) (2004). Anthropology in the margins of the state. Santa Fe: School of American Research Press.

Fischer, T. (1996). Gestão contemporânea: Cidades estratégicas e organizações locais. Rio de Janeiro: FGV.

Fischer, T. (1997). A cidade como teia organizacional: Inovações, continuidades e ressonâncias culturais – Salvador da Bahia, cidade puzzle. Revista de Administração Pública, 31(3), 74-88. Recuperado de http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/7906

Mac-Allister, M. (2004). A cidade no campo dos estudos organizacionais. Organizações & Sociedade, 11(n.spe), 171-181. Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/revistaoes/article/view/12642/0

Publicado

2021-10-25

Como Citar

DE OLIVEIRA LACERDA, C. C. . A cidade existe e resiste: Expandindo a dinâmica organizacional. RAE-Revista de Administração de Empresas, [S. l.], v. 61, n. 6, 2021. DOI: 10.1590/S0034-759020210608. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rae/article/view/84904. Acesso em: 4 dez. 2021.