A difícil administração das motivações

Autores

  • Cecília Whitaker Bergamini

Palavras-chave:

Motivação, energização, comportamento, necessidades intrínsecas, satisfação, ilusões, mitos

Resumo

As teorias motivacionais acusam dois enfoques diferentes a respeito do estudo do comportamento humano. O primeiro tende a considerar o ser humano como sendo passível aos estímulos vindos do meio ambiente, sendo conhecido como enfoque behaviorista. O segundo enfoque explora a energização e a direção do comportamento humano. A energia na teoria motivacional é fundamentalmente uma questão de satisfação das necessidades internas. A direção do comportamento motivacional é uma questão de processos e estruturas que dão sentido aos estímulos internos ou externos, dirigindo a ação humana no sentido da satisfação de necessidades. Durante a busca da satisfação motivacional as pessoas enfrentam problemas que são realmente de difícil resolução. Para manterem-se a salvo de ter que enfrentar tais problemas, as pessoas procuram usar algum tipo de ilusão perceptiva. Assim, socorrem-se dos mitos para poder acreditar que a realidade vista não seja verdadeira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1998-01-01

Como Citar

BERGAMINI, C. W. A difícil administração das motivações. RAE-Revista de Administração de Empresas, [S. l.], v. 38, n. 1, p. 6–17, 1998. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rae/article/view/37813. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Organização, recursos humanos e planejamento