Cooperação tecnológica em empresas mineiras de biotecnologia

Conteúdo do artigo principal

Cleverson Renan da Cunha
Marlene Catarina de Oliveira Lopes Melo

Resumo

Esse artigo analisa o processo de formação e desenvolvimento dos relacionamentos interorganizacionais cooperativos, que visam a pesquisa e o desenvolvimento de produtos em empresas de base biotecnológica. Partindo do referencial teórico sobre alianças estratégicas e do contexto da biotecnologia, são analisadas as atividades de cooperação de duas empresas mineiras. Os resultados obtidos evidenciam que a incapacidade de realização de determinadas atividades é o principal motivo que leva as empresas a buscarem uma aliança com outras organizações. O contrato e a confiança desenvolvidos entre os parceiros são apontados como os principais mecanismos de controle existentes nas relações. No caso das empresas analisadas, os problemas surgidos no decorrer das interações têm sido resolvidos por negociação e diálogo, em detrimento das medidas legais. Dada a importância do desenvolvimento tecnológico para as empresas em questão, a cooperação tem sido apontada como um diferencial estratégico dessas organizações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
CUNHA, C. R. da; MELO, M. C. de O. L. Cooperação tecnológica em empresas mineiras de biotecnologia. RAE-Revista de Administração de Empresas, [S. l.], v. 45, p. 60–71, 2005. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rae/article/view/37334. Acesso em: 23 maio. 2022.
Seção
Artigos