Paradigma da Complexidade e Teoria das Organizações: uma Reflexão Epistemológica

Conteúdo do artigo principal

Maurício Serva
Taisa Dias
Graziela Dias Alperstedt

Resumo

Este ensaio é produto de uma reflexão acerca da epistemologia da complexidade e sua importância para a epistemologia da administração e para a teoria das organizações. Propõe-se auxiliar na compreensão do seu surgimento, apontando sua potencial contribuição para o avanço da epistemologia da administração e da teoria das organizações. Para tanto, num primeiro momento, aborda o surgimento de uma epistemologia específica da administração e a necessidade de um novo olhar sobre ela. Em seguida, trata sinteticamente da epistemologia e do paradigma da complexidade, para então passar a discutir a relação e as contribuições potenciais desses conhecimentos para o avanço da reflexão epistemológica na administração e do aperfeiçoamento das teorias organizacionais. Por fim, destaca algumas questões que surgem a partir dessa reflexão, em se tratando da possibilidade da adoção da epistemologia da complexidade para a realização de estudos organizacionais numa perspectiva crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
SERVA, M.; DIAS, T.; ALPERSTEDT, G. D. Paradigma da Complexidade e Teoria das Organizações: uma Reflexão Epistemológica. RAE-Revista de Administração de Empresas, [S. l.], v. 50, n. 3, p. 276–287, 2010. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rae/article/view/31249. Acesso em: 27 jun. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Maurício Serva

 

 

Taisa Dias

 

 

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)