ComBio e o nó do caroço de açaí: incluir ou não fornecedores comunitários?

Conteúdo do artigo principal

Fernando do Amaral Nogueira
Malu Villela
Elisa Larroudé

Resumo

A ComBio Energia – certificada como Empresa B – vende serviços de geração de vapor para indústrias. Para tanto, usa como combustível resíduos de biomassa, gerando economia e diminuindo impacto ambiental. Sua operação no Pará contempla expandir o uso de caroço de açaí como fonte de biomassa, com duas possibilidades de fornecedores: indústrias de médio porte ou batedores de açaí – pequenos comerciantes que fazem descarte incorreto desse resíduo. Para decidir, a ComBio precisa equilibrar desafios logísticos, sociais, ambientais e econômicos.

Detalhes do artigo

Seção
Casos
Biografia do Autor

Fernando do Amaral Nogueira, FGV EAESP

Departamento de Gestão Pública

Malu Villela, University of Bristol

School of Management

Elisa Larroudé, FGV EAESP

Departamento de Gestão Pública