Desafios para o aumento de produtividade na indústria da construção habitacional

Autores

  • Mercia Maria Semensato Bottura de Barros
  • Luís Otávio Cocito de Araújo

Resumo

Em junho 2011, nesta revista. foram percorridos trinta anos de história tecnológica,chegando a meado sda década de 2000¹.O artigo concluía que, depois de longo tempo, o setor de edificações estaria vivendo uma espiral virtuosa em relação ao desenvolvimento tecnológico e organizacional necessário ao aumento de produtividade. O ambiente era propício, dados os reflexos de uma explosão de demanda decorrente, principalmente, dos diversos programas habitacionais vigentes.Entretanto, a disponibilidade de recursos financeiros, que exigia intensa e extensa produção, esbarrou na carência de diferentes recursos, mas particularmente os humanos. Dos projetistas, exigia-se velocidade no processo de projeto e, por isso, deveriam aumentar sua produtividade; da mão de obra de produção,era exigido maior rendimento. Do gestor da produção, exigia-se um produto mais complexo, em curto período de tempo.Tudo isso considerando as exigências de qualidade, desempenho e cuidados socioambientais. O segmento reagiu,pois sabe que somente é possível alcançar novo patamar técnico-organizacional a partir de mudanças significativas nos processos de produção, ou seja, a partir da implantação de inovações no sistema produtivo das empresas. Assim, desenvolver, capacitar para e difundir inovação, tem sido a mola propulsora do segmento.É fato que a inovação tem grande potencial de aumento de produtividade. Entretanto, o hardware tecnológico, por si só, não garante esse aumento. Um método inovador disso dado do seu software, isto é, sem a devida gestão da inovação, pode não trazer os resultados esperados quanto à produtividade global do empreendiimento. Por exemplo, a produtividade na produção de paredes empregando um sistema  de painéis de concreto moldados no local com fôrmas metálicas não reflete necessariamente na produtividade e nos custos globais do edifício como um todo. É preciso que se considerem os revestimentos, as esquadrias, os sistemas prediais, a cobertura, dentre tantos outros aspectos que, se não adequadamente compatibilizados à nova tecnologia, podem comprometer os ganhos inicialmente imaginados. Num mundo globalizado, o hardware tecnológico é uma mercadoria que se pode adquirir com facilidade. O desafio é a inserção da inovação no sistema produtivo da empresa.

Downloads

Publicado

2014-04-16

Edição

Seção

Tecnologia