Resiliência organizacional: proposição de modelo integrado e agenda de pesquisa

Conteúdo do artigo principal

Hélio Artur Reis Irigaray
Kely Cesar Martins de Paiva
Cristina Chaves Goldschmidt

Resumo

A proposta deste ensaio teórico foi lançar luzes e sintetizar questões conceituais a respeito da resiliência no mundo do trabalho – ou seja, considerando trabalhadores e organizações –, propor um modelo integrado de análise. Para tanto, foi realizado um resgate histórico da discussão do constructo, suas especificidades no campo da Administração, o que inclui níveis de análise diferenciados. Após conceituar resiliência organizacional e considerando-se os elementos da resiliência nos níveis individual e sistêmico, assim como aspectos contextuais que permeiam as relações que se passam nos níveis micro e macro de análise, propôs-se um modelo integrado de análise de Resiliência Organizacional. A partir dele, traçou-se uma agenda de pesquisa que abraçou aspectos metodológicos e conexões conceituais e temáticas, a qual pode contribuir para o debate de um constructo que engloba processos altamente complexos, que envolvem níveis diferenciados de análise, e que estão submetidos a lógicas nem sempre claras e precisas, tanto para o indivíduo como para a organização, de modo amplo aqui considerados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Irigaray, H. A. R., Paiva, K. C. M. de, & Goldschmidt, C. C. (2017). Resiliência organizacional: proposição de modelo integrado e agenda de pesquisa. Cadernos EBAPE.BR, 15(Especial), 390–408. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/58881
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Hélio Artur Reis Irigaray, FGV-EBAPE

Professor da FGV-EBAPE. Doutor e Mestre em Administração de Empresas pela FGV-EAESP e PUC-Rio, respectivamente. Bacharel em Economia pela University of Northern Iowa, EUA.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)