Interfaces epistemológicas sobre administração pública, institucionalismo e capital social

Conteúdo do artigo principal

Edson Arlindo Silva
Jose Roberto Pereira
Valderí de Castro Alcântara

Resumo

A sociedade contemporânea é marcada pela presença de instituições que organizam, normatizam e regulamentam as relações sociais de trabalho. Ao mesmo tempo que as instituições podem ser pensadas individualmente, também possuem a capacidade de se organizar em redes objetivando o fortalecimento de laços intra e interinstitucionais. Diante deste contexto, procura-se, aqui, realizar uma incursão teórica entre administração pública, institucionalismo e capital social, mostrando as possíveis interfaces conceituais, com o intuito de elucidar as contribuições do institucionalismo e do capital social para melhor compreender a administração pública contemporânea. Por um lado, a teoria do capital social favorece o entendido sobre o conjunto de investimentos que são canalizados em ações socioeconômicas e culturais para atender demandas sociais específicas advindas de grupos organizados da sociedade civil. Assim, segundo as premissas do capital social os indivíduos se relacionam uns com os outros para ter acesso aos recursos públicos coletivos almejando a consecução de diversos interesses comuns. Já no institucionalismo parte-se da premissa de que qualquer instituição, formalmente constituída e legitimamente reconhecida pelos atributos legais da sociedade, perde a razão de ser quando sua lógica de constituição não consegue ser mais eficiente do que qualquer ação individual isolada. Por fim, as discussões em torno das temáticas do capital social, institucionalismo e modelos de administração pública nos convidam a refletir sobre as mudanças ocorridas nas sociedades modernas, principalmente no que se refere às formas de governo e às tendências das relações entre Estado e sociedade que vêm ocorrendo no mundo globalizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Silva, E. A., Pereira, J. R., & Alcântara, V. de C. (2012). Interfaces epistemológicas sobre administração pública, institucionalismo e capital social. Cadernos EBAPE.BR, 10(1), 20 a 39. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/5244
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)