O desenvolvimento de projetos de sistemas complexos na indústria aeronáutica: o caso de gestão integrada aplicada ao programa Embraer 170

Autores

  • Luiz Guilherme de Oliveira

Resumo

Este trabalho busca analisar o desenvolvimento de sistemas complexos na indústria aeronáutica a partir do projeto de aeronave da Embraer (Embraer 170). Deve-se estar atento para algumas das características de produtos denominados como complexos, a saber: i) elevado custo unitário, ii) alta intensidade de engenharia, iii) produtos desenvolvidos a fim de atender demandas específicas dos consumidores, e iv) que requerem uma elevada capacidade de integração de conhecimentos e competências. É importante destacar que a dinâmica da empresa integradora, aquela que desenvolve e monta o produto final, está estruturada a partir da lógica de desenho da cadeia de fornecedores. Outra característica importante, no caso aeronáutico, é a elevada internacionalização destes fornecedores, distribuídos globalmente. Merece atenção o fato de que muitos destes fornecedores são, na realidade, parceiros na produção e concepção da aeronave. Na verdade, a dinâmica inovadora da empresa integradora está relacionada à capacidade de gestão de P&D compartilhada, entre ela e os parceiros. Esta pesquisa foi realizada durante os anos de 2000 e 2001, sendo que o público entrevistado foi selecionado a partir da lógica de produção da empresa integradora e de seus parceiros e fornecedores (a saber: gerentes de projetos na integradora e de parceiros).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-01-01

Como Citar

Oliveira, L. G. de. (2009). O desenvolvimento de projetos de sistemas complexos na indústria aeronáutica: o caso de gestão integrada aplicada ao programa Embraer 170. Cadernos EBAPE.BR, 7(1), 19 a 33. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/5103

Edição

Seção

Artigos