Considerações sobre um campo científico em formação: Bourdieu e a "nova ciência" do turismo

Conteúdo do artigo principal

Fabio Bittencourt Meira
Mônica Birchler Vanzella Meira

Resumo

O artigo discute a proposição de que o turismo é uma "nova ciência". Tomando como referencial teórico o conceito de campo científico, em Pierre Bourdieu, o artigo analisa a proposta de "cientifização do turismo" apresentada por Jafar Jafari, para evidenciar que o turismo é um campo científico em formação. O problema da legitimação desse novo campo é discutido, e se identifica, como sintoma da necessidade de legitimação, a recorrência a signos da economia e dos negócios, consubstanciados num discurso dominante: o turismo-indústria. A crítica aos fundamentos da identidade entre turismo e indústria revela os limites de seu potencial de cientificidade, levando ao impasse o projeto de "cientifização". Finalmente, como contraponto ao discurso dominante, os autores sugerem situar a "cientifização" do turismo noutro contexto, esboçando uma proposta crítica e dialógica, visando aderir maior autonomia ao novo campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Meira, F. B., & Meira, M. B. V. (2007). Considerações sobre um campo científico em formação: Bourdieu e a "nova ciência" do turismo. Cadernos EBAPE.BR, 5(4), 1 a 18. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/5048
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)