Tecnologia Social de Mobilização para Arranjos Produtivos Locais: uma proposta de aplicabilidade

Conteúdo do artigo principal

Ana Sílvia Rocha Ipiranga
Mônica Alves Amorim
Maria Vilma Coelho Moreira Faria

Resumo

Apesar do crescente interesse que a abordagem de Arranjos e Sistemas Produtivos Locais vem despertando no meio acadêmico e instituições públicas e privadas brasileiras, pouco se tem inovado acerca das formas de mobilização coletiva destas aglomerações produtivas territoriais, permanecendo as discussões nas áreas tradicionais de desenvolvimento das micro, pequenas e médias empresas. Este ensaio apresenta uma proposta de aplicação de uma Tecnologia Social de Mobilização dos atores/agentes de um arranjo produtivo local, objetivando o seu desenvolvimento, através do fortalecimento das relações existentes entre seus diversos atores/agentes localizados no território. Espera-se, através da exposição de uma possível aplicabilidade desta Tecnologia Social, gerar um debate sobre formas criativas de mobilização desses arranjos organizacionais, que privilegiem aspectos intangíveis, não obstante serem de fundamental importância, tais como: capital social, práticas cooperativas e governança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Ipiranga, A. S. R., Amorim, M. A., & Faria, M. V. C. M. (2007). Tecnologia Social de Mobilização para Arranjos Produtivos Locais: uma proposta de aplicabilidade. Cadernos EBAPE.BR, 5(3), 1 a 23. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/5041
Seção
Artigos