Gestão do Conhecimento e Geração de Benefícios Intermediários em Programas Públicos: O Caso do Programa Mãe Curitibana

Conteúdo do artigo principal

Márcia Helena Vieira Carvilhe
Heitor José Pereira
Heitor Takashi Kato

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar, de maneira sucinta, resultados de estudo de caso sobre contribuições dos processos de Gestão do Conhecimento (GC) para a geração de benefícios intermediários no âmbito do Programa Mãe Curitibana, na Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba (SMS). Para a realização da pesquisa optou-se pela metodologia qualitativa e descritiva. A pesquisa de campo foi realizada no período de outubro de 2003 a junho de 2004. Resultados da pesquisa possibilitam constatar uma grande quantidade de atividades não formalizadas de GC desenvolvidas desde a fase de formulação do programa, as quais vêm contribuindo, significativamente, para geração de benefícios no funcionamento do programa, na prestação dos serviços ao público alvo, bem como nas reações externas ao programa. Por outro lado, informações relativas ao modo e à freqüência com que os processos de GC investigados vêm sendo realizados remetem a diversas possibilidades de aperfeiçoamento, com vistas a contribuir de maneira mais efetiva para a geração de benefícios no âmbito do Programa Mãe Curitibana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Carvilhe, M. H. V., Pereira, H. J., & Kato, H. T. (2007). Gestão do Conhecimento e Geração de Benefícios Intermediários em Programas Públicos: O Caso do Programa Mãe Curitibana. Cadernos EBAPE.BR, 5(3), 1 a 17. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/5040
Seção
Artigos