Parcerias Público-Privadas: análise comparativa das experiências britânica e brasileira

Conteúdo do artigo principal

Alketa Peci
Filipe Azevedo Sobral

Resumo

As Parcerias Público-Privadas (PPPs) fazem parte das reformas adotadas pelo governo brasileiro na busca por maior atratividade para o setor privado em setores carentes de investimentos públicos. As PPPs são apresentadas como a nova estratégia de recuperação de capacidade de investimento público, destacando sua bem-sucedida adoção na arena internacional, especificamente, na Inglaterra. Esse artigo apresenta uma análise comparativa do modelo das Parcerias Público-Privadas adotado no contexto inglês com o modelo concebido pelo governo brasileiro. Busca identificar as principais semelhanças, assim como destacar as diferenças que se fazem presentes no processo de transferência do modelo para o contexto brasileiro. Entre as principais conclusões destaca-se o reduzido poder de aplicação do modelo no contexto brasileiro, especificamente, como decorrência da falta de sustentabilidade de conceitos-chave como transferência de riscos para o setor privado e instrumentos de aferição da efetiva melhoria da eficiência na gestão do serviço.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Peci, A., & Sobral, F. A. (2007). Parcerias Público-Privadas: análise comparativa das experiências britânica e brasileira. Cadernos EBAPE.BR, 5(2), 1 a 14. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/5026
Seção
Artigos