Universidade em tempo de mudança

Conteúdo do artigo principal

Eleonora Milano Falcão Vieira
Hans Michael Van Bellen
Francisco Antonio Pereira Fialho

Resumo

Este artigo analisa a presença da universidade num momento de profundas mudanças na sociedade. Particularmente, nas duas últimas décadas, as novas tecnologias da informação e do conhecimento, as novas formas de gestão e organização, as novas necessidades de formação de especialistas e profissionais, bem como os novos comportamentos sociais vêm exigindo uma multiplicidade de funções das instituições de ensino superior. Nem sempre, porém, as universidades desenvolvem ritmos de atualização compatíveis com as exigências de uma sociedade em rápida transformação. Há um descompasso entre o avanço da sociedade e a estabilidade acadêmica na maioria das instituições de ensino superior. Enquanto a sociedade atual trabalha e avança por impulsos de curto prazo, a universidade, ao contrário, atua a médio e a longo prazo. A estrutura organizacional e acadêmica dessas instituições é, muitas vezes, dominada por forte aparato burocrático (nas federais, principalmente) e pela busca de resultados (nas particulares). Essa realidade gera disfunções acadêmicas responsáveis pelo atraso das universidades como instituições a se destacarem vanguarda da sociedade. O tempo de mudança é o tempo da atualização permanente. É preciso, pois, incorporá-la a cada passo dado nas atividades das universidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Vieira, E. M. F., Bellen, H. M. V., & Fialho, F. A. P. (2006). Universidade em tempo de mudança. Cadernos EBAPE.BR, 4(3), 1 a 7. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/4987
Seção
Artigos