Tecnologia da informação, cultura e poder na Polícia Militar: uma análise interpretativa

Conteúdo do artigo principal

Maria Cecília Pereira
Antônio Claret dos Santos
Mozar José de Brito

Resumo

No ambiente competitivo, a tecnologia da informação (TI) emerge como elemento essencial para o êxito organizacional. Tal processo não deve ser encarado apenas como "adaptação" das estruturas internas das organizações ao ambiente, pois atinge elementos mais complexos, como os valores, a cultura e as relações de poder nas organizações. Nesse contexto, este artigo, considerando a tecnologia da informação como elemento de inovação tecnológica, tem por objetivo analisar as relações entre o uso dessa tecnologia, a cultura e as relações de poder numa organização de caráter militar. Para isso, inicialmente, são apresentadas algumas considerações a respeito da TI e dos processos de formação da cultura e do poder nas organizações. As análises contribuíram para compreender as relações entre a TI, a cultura e as relações de poder, por meio de significados compartilhados e expressados, principalmente, através de símbolos, rituais e mitos. As relações de poder apresentaram mudanças no sentido das responsabilidades distribuídas, das interações comunicativas e da hierarquia (informal). Quanto à cultura, esta sinaliza para valores compartilhados em termos de inovação e flexibilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Pereira, M. C., Santos, A. C. dos, & Brito, M. J. de. (2006). Tecnologia da informação, cultura e poder na Polícia Militar: uma análise interpretativa. Cadernos EBAPE.BR, 4(1), 1 a 18. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/4963
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)