Movimento cultural nos estudos organizacionais: uma abordagem interdisciplinar focada no consumo e na globalização

Conteúdo do artigo principal

Alexandre de Almeida Faria
Ana Lucia Guedes

Resumo

Este artigo revê e analisa o movimento ‘cultural’ em estudos organizacionais (EO) iniciado nos anos de 1990 no Brasil sob uma abordagem focada em consumo e globalização. Por meio dessa abordagem interdisciplinar os autores mostram que (a) as áreas de organizações, estratégia e marketing têm uma raiz histórica comum – a legitimação das grandes empresas – que ficou mais problemática no contexto da globalização. Por isso é argumentado que pesquisadores de EO no Brasil deveriam reconhecer, ao invés de desprezar, a dimensão do consumo. Os autores argumentam que tanto o desprezo da área de EO pelo âmbito do consumo quanto o movimento cultural parecem ser explicados pela expansão da academia na área de administração no contexto da globalização e pelo interesse das grandes corporações de camuflar a crescente assimetria entre os âmbitos da produção e do consumo. No final os autores destacam algumas implicações dessa abordagem para a promoção de interdisciplinaridade e para a relevância local do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Faria, A. de A., & Guedes, A. L. (2005). Movimento cultural nos estudos organizacionais: uma abordagem interdisciplinar focada no consumo e na globalização. Cadernos EBAPE.BR, 3(1), 1 a 16. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/4903
Seção
Artigos