A influência de Maurício Tragtenberg na obra da primeira geração de pesquisadores nos Estudos Organizacionais críticos brasileiros

Conteúdo do artigo principal

André Luis Marra do Amorim
Camila Brüning

Resumo

Influenciar um campo acadêmico não é um papel desempenhado por muitos pesquisadores. No caso dos Estudos Organizacionais brasileiros, esse papel foi desempenhado por poucos. Maurício Tragtenberg é reconhecido como precursor dos Estudos Organizacionais críticos brasileiros, sua influência pode ser percebida em diversas temáticas de pesquisa. Nesse sentido, este artigo analisa a influência das categorias temáticas de Tragtenberg na produção acadêmica da chamada primeira geração de autores críticos em Estudos Organizacionais no Brasil, quais sejam, Fernando Prestes Motta, José Henrique de Faria e Fernando Coutinho Garcia, que foram citados pelo próprio Tragtenberg como o grupo que recebeu diretamente sua influência. Para tanto, foi analisado o levantamento das produções acadêmicas desses autores. A pesquisa demonstrou que as categorias tragtenbergianas estão presentes nas obras dos três pesquisadores abordados e que eles foram historicamente contemporâneos em sua produção acadêmica, constituindo um grupo coeso, que pode ser indicado como a primeira geração de pesquisadores em Estudos Organizacionais críticos brasileiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Amorim, A. L. M. do, & Brüning, C. (2015). A influência de Maurício Tragtenberg na obra da primeira geração de pesquisadores nos Estudos Organizacionais críticos brasileiros. Cadernos EBAPE.BR, 13(3), 478 a 492. Recuperado de https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/17185
Seção
Artigos