Show simple item record

dc.contributor.advisorSaravia, Enrique J.
dc.contributor.authorSette, Ana Tarsila de Miranda e Souza
dc.date.accessioned2011-02-16T17:06:24Z
dc.date.available2011-02-16T17:06:24Z
dc.date.issued2010-03-31
dc.identifier.citationSETTE, Ana Tarsila de Miranda e Souza. Governança global e redes globais de políticas públicas: atores brasileiros no cenário das mudanças climáticas. Dissertação (Mestrado em Administração) - Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, Fundação Getúlio Vargas - FGV, Rio de Janeiro, 2010.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/7825
dc.description.abstractBased on sustainable development and climate change mitigation, public policies are being developed to reverse the growing degradation of natural ecosystems, enabling new forms of cooperation in the global interface. The recent trends indicate that global governance has changed the focus of activities among governments for the multi-sectoral initiatives, governance at the international level for governance at various levels and a formal and legalistic approach to a more informal, participatory and integrated. In this context, the global networks of public policy arise as a possible component of this new governance structure. The Brazilian players are increasingly joining the global network of public policies aimed at reducing climate change with its plans and policies for clean development, indicating that the structural and relational models such as this can be considered as viable instruments of global governance when it comes to minimizing the environmental risks that threaten the planet. Therefore, the objective of the study was to verify the institutionalization of the global network of public policies directed at mitigation of climate change among Brazilian actors related policies of reducing or offsetting emissions of greenhouse gases. For this, was conducted a survey of literature on the subject of study and empirical research with the actors of the Brazilian public sector, private sector and nongovernmental organizations involved in the network of global public policy. The results showed that the factors analyzed in order to verify the institutionalization of the network between the Brazilian actors, only some of them pointed to this institutionalization. It was noted an attempt to institutionalize the network, however, much remains to be developed for a full institutionalization.eng
dc.description.abstractTendo por base o desenvolvimento sustentável e a mitigação das mudanças climáticas, políticas públicas estão sendo elaboradas para reverter a crescente degradação dos ecossistemas naturais, permitindo novas formas de cooperação na interface global. As recentes tendências da governança indicam que o foco mudou das atividades entre governos para as iniciativas multisetoriais, da governança em nível nacional para a governança em vários níveis internacionais e de um procedimento formal e legalista para uma abordagem mais informal, participativa e integrada, surgindo, como um possível componente dessa nova estrutura, as redes globais de política pública. Os atores brasileiros estão cada vez mais aderindo a essas redes globais de políticas voltadas à redução das mudanças do clima com seus projetos e políticas de desenvolvimento limpo, indicando que modelos estruturais e relacionais como esse podem ser considerados instrumentos viáveis de governança global quando a questão é a minimização dos riscos ambientais que ameaçam o planeta. Diante disso, foi definido como objetivo do estudo verificar a institucionalização da rede global de políticas públicas voltada à mitigação das mudanças climáticas entre os atores brasileiros relacionados com as políticas de redução e/ou compensação das emissões de gases de efeito estufa. Para isso, foi realizada uma pesquisa bibliográfica sobre o tema de estudo e uma pesquisa empírica com os atores brasileiros do setor público, privado e organizações não-governamentais envolvidos na rede global de políticas públicas. Os resultados mostraram que dos elementos analisados no intuito de verificar a institucionalização da rede entre os atores brasileiros, somente parte deles apontaram para a formação dessa estrutura. Notou-se uma tentativa de institucionalizar a rede, entretanto, muito ainda há de ser desenvolvido para uma perfeita institucionalização.por
dc.language.isopor
dc.titleGovernança global e redes globais de políticas públicas: atores brasileiros no cenário das mudanças climáticaspor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.subject.bibliodataGovernançapor
dc.subject.bibliodataMudanças climáticas - Política governamentalpor
dc.subject.bibliodataAquecimento global - Política governamentalpor
dc.subject.bibliodataPolítica ambiental - Cooperação internacionalpor
dc.contributor.memberGuimarães, Roberto Pereira
dc.contributor.memberReal, Marcia Valle


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record