Show simple item record

dc.contributor.advisorDi Serio, Luiz Carlos
dc.contributor.authorNeves, Adriano Picchi
dc.date.accessioned2010-04-20T20:15:42Z
dc.date.available2010-04-20T20:15:42Z
dc.date.issued2009-07-02
dc.identifier.citationNEVES, Adriano Picchi. O uso de informações não financeiras por analistas de investimento na avaliação do desempenho futuro das empresas. Dissertação (Mestrado em Administração de Empresas) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2009.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/5157
dc.description.abstractA complexidade do ambiente de negócios atual se mostrou num nível nunca experimentado com a crise econômica mundial iniciada no ano de 2008 e que despertou em muitos um sentimento de insegurança, perda de referência que não era percebido há muito tempo. Governos, indústrias, bancos e investidores se mostraram desconhecedores da situação e incapazes de reagir diante da nova realidade. Por essa perspectiva, entender o negócio em que se encontram como também as tendências deste no médio e longo prazo se tornaram ainda mais fundamentais para executivos e empresários. Em paralelo, o campo da Administração vem estudando já há algum tempo as causas do desempenho positivo ou negativo de uma organização. Executivos e pesquisadores buscam tal entendimento por meio da utilização de métodos e sistemas eficazes de mensuração e avaliação de desempenho organizacional. Dentro desse cenário de complexidade do ambiente empresarial, surge a necessidade de elaboração de um processo ou sistema para mensuração de novas medidas confiáveis que possam ajudar tanto na previsão do desempenho de longo prazo quanto oferecer ferramentas para correção de estratégias. As variáveis não financeiras têm capacidade maior de auxiliar os gestores na perspectiva de longo prazo, mas ainda existe uma dificuldade na aceitação da utilização e na tradução dessas variáveis em medidas financeiras. Assim, o presente estudo apresenta um enfoque tanto exploratório, por meio da revisão da literatura, base para as discussões sobre a importância das variáveis não-financeiras na análise de desempenho das empresas, quanto descritivo, por meio da descrição e análise de estudos de casos de cinco instituições financeiras que fazem análises de empresas do setor de siderurgia no Brasil. Assim, a partir da revisão da teoria de Análise de Empresas, Indicadores de Desempenho, Desempenho Empresarial e Competitividade e de uma pesquisa entre analistas financeiros das instituições selecionadas, este estudo pretende entender como os analistas financeiros fazem uso de diferentes medidas não-financeiras para determinar os lucros futuros estimados e avaliar as empresas. Dessa forma, espera-se que se possa contribuir para a discussão do tema, tanto do ponto de vista da análise teórica, quanto da verificação das práticas em organizações brasileiras.por
dc.language.isopor
dc.subjectGestão da cadeia de suprimentos, logística e operaçõespor
dc.subjectVaráveis não financeiraspor
dc.subjectProjeção de resultadospor
dc.subjectCausas do desempenho das organizaçõespor
dc.subjectAnálise fundamentalistapor
dc.titleO uso de informações não financeiras por analistas de investimento na avaliação do desempenho futuro das empresaspor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.subject.bibliodataInvestimentos - Avaliaçãopor
dc.subject.bibliodataEmpresas - Avaliaçãopor
dc.subject.bibliodataDesempenho - Avaliaçãopor
dc.subject.bibliodataInvestimentos - Brasilpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record