Show simple item record

dc.contributor.advisorVieira, Luciana Marques
dc.contributor.authorCarvalho, Ícaro Célio Santos de
dc.date.accessioned2021-11-12T13:20:34Z
dc.date.available2021-11-12T13:20:34Z
dc.date.issued2021-08-26
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/31275
dc.description.abstractTradicionalmente, muitas cadeias de suprimentos agroalimentares no contexto global convivem com persistentes dilemas antiéticos ligados à pobreza no campo, mão de obra infantil, escravidão moderna, entre outros. Embora muitas indústrias mundiais esbocem um compromisso com as questões da sustentabilidade, esses escândalos continuam presentes, então é necessário uma profunda reflexão sobre as estruturas de criação, apropriação e distribuição de valor nesses contextos. Algumas regiões produtivas têm reorganizado seu campo para oferecer produtos que se posicionam contrários ao mercado das commodities, por isso atuam num mercado de nicho por meio de mecanismos de diferenciação, qualidade e reputação atrelados a traços naturais e culturais determinados pela origem geográfica. O ponto de partida deste estudo consistiu na limitada literatura sobre as estruturas regionais e seus recursos e capacidades compartilhados ou interligados por um conjunto de organizações, com o intuito de ampliar essa abordagem sob a lente teórica da RBV. Além disso, pouco se sabe sobre quais organizações têm sido mais relevantes na transformação desses recursos e capacidades em vantagens competitivas em nível regional. O objetivo central desse estudo foi analisar os recursos interorganizacionais estratégicos sustentáveis que influenciam na criação de valor na rede do cacau-chocolate. Metodologicamente, utilizou-se da estrutura de estudo de caso único, com desenho de pesquisa multimétodos, que integrou duas técnicas de análise, combinando abordagens quali-quantitativas; acredita-se que essa estrutura forneça maior profundidade analítica ao estudo de caso. Os resultados indicam que a sustentabilidade foi a dimensão estratégica principal, responsável por conectar três pacotes de recursos e capacidades regionais, notadamente eficientes na proposição de vantagens competitivas no mercado de origem. Tais pacotes se classificam em: i) inovativos; ii) práticas sustentáveis; e iii) relacionamentos interorganizacionais em iniciativas multistakeholders, caracterizados por envolver diferentes organizações, inclusive as não tradicionais, que não participam das trocas comerciais nas cadeias de suprimentos. Ou seja, a apropriação de valor pode representar diversos interesses correlacionados e determinar novas concepções de valor além da perspectiva econômica. Além disso, a partir da técnica de análise de redes sociais, demonstrou-se graficamente como os stakeholders interagem e compartilham dos recursos existentes na região, destacando as organizações mais influentes na criação de valor para o mercado de origem, e quais deles mais se apropriam do valor gerado em razão dessas interações, ou até mesmo dinâmicas em que o valor é co-criado nessas relações. Teoricamente, esse estudo avançou ao analisar como as organizações nessas dinâmicas de redes interorganizacionais podem investir em pacotes de recursos e capacidades co-especializados para fornecer vantagens competitivas em nível de rede. A pesquisa demonstra como esse mercado de origem oferece uma avenida de possibilidades ao dispor de um tipo de valor sustentável que pode ser acessado por diversas organizações, em função de novas práticas, processos, produtos com compromissos mais efetivos nas atividades regionais.por
dc.description.abstractTraditionally, many agrifood supply chains in the global context live with persistent unethical dilemmas linked to rural poverty, child labor, modern slavery, among others. Although many industries worldwide show a commitment to sustainability issues, these scandals are still present, requiring a deep reflection on the structures of creation, appropriation and shared of value in these contexts. Some productive regions have reorganized their field to offer products that are opposed to the commodities market, operating in a niche market through mechanisms of differentiation, quality and reputation, linked to natural and cultural traits determined by geographic origin. The starting point of this study consisted of the limited literature on regional structures and their resources and capabilities shared or interconnected by a set of organizations, with the aim of expanding this little-explored approach under the theoretical lens of the RBV. Furthermore, little is known about which organizations have been most relevant in transforming these resources and capabilities into competitive advantages at the regional level. The main objective of this study was to analyze the sustainable strategic interorganizational resources that influence the creation of value in the cocoa-chocolate network. Methodologically, a single case study structure was used, with a multimethod research design, which integrated two analysis techniques, combining quali-quantitative approaches, it is believed that this structure provides greater analytical depth to the case study. The results indicate that sustainability was the main strategic dimension, responsible for connecting three packages of resources and regional capabilities, notably efficient in proposing competitive advantages in the market of origin. The resource packages identified are classified as: i) innovative; ii) sustainable practices; and, iii) interorganizational relationships in multi-stakeholder initiatives, characterized by involving different organizations, including non-traditional organizations, that do not participate in commercial exchanges in the supply chains. That is, the appropriation of value can represent several correlated interests and determine new conceptions of value beyond the economic perspective. In addition, using the technique of social network analysis, it was graphically demonstrated how stakeholders interact and share existing resources in the region, highlighting the most influential organizations in creating value for the market of origin, and which of them are most appropriate of the value generated due to these interactions, or even dynamics where value is co-created in these relationships. Theoretically, this study advanced by analyzing how organizations in these interorganizational network dynamics can invest in co-specialized bundles of resources and capabilities to provide competitive advantages at the network level. The research demonstrates how this market of origin offers an avenue of possibilities by having a type of sustainable value that can be accessed by different organizations, whether due to new practices, processes, products with more effective commitments in regional activities.eng
dc.language.isopor
dc.subjectRecursos e capacidades regionaispor
dc.subjectIniciativas multistakeholderspor
dc.subjectCriação de valorpor
dc.subjectRedes agroalimentarespor
dc.titleCriação de valor em redes agroalimentares de origem: uma perspectiva dos recursos interorganizacionais regionais do cacau-chocolate sul Bahiapor
dc.typeThesiseng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.subject.bibliodataRelações interorganizacionaispor
dc.subject.bibliodataLogística empresarialpor
dc.subject.bibliodataSustentabilidadepor
dc.subject.bibliodataAbastecimento de alimentospor
dc.subject.bibliodataValor adicionadopor
dc.rights.accessRightsopenAccesseng


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record