Show simple item record

dc.contributor.advisorYoshinaga, Claudia Emiko
dc.contributor.authorSchiavo, Bruno Andrade
dc.date.accessioned2021-04-23T14:54:26Z
dc.date.available2021-04-23T14:54:26Z
dc.date.issued2021-03
dc.identifier.citationSchiavo, B. A. (2020). Covid-19 in the Brazilian stock market (Unpublished doctoral dissertation). Fundação Getulio Vargas.por
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/30394
dc.description.abstractAs Covid-19 ravages through, several researchers have attempted to describe its impact in the share price of listed companies. I investigate the Brazilian stock market through a regression analysis of how three firm characteristics (foreign revenues, cash holdings and leverage) impact share returns across three events of the pandemic in the country. As a result, I show that after the first case of Covid-19 was detected in Brazil, both foreign revenues and leverage had a negative impact on stocks – an increase of one percentage point in foreign revenues is associated with 0.09 decrease in stock returns; an increase of 1 unit of leverage is associated with 13.12 decrease in stocks returns. This negative impact of leverage lingered even after confirmation of community transmission of the virus - an increase of 1 unit of leverage is associated with 17.39 decrease in stocks returns. Interestingly, however, cash holdings did not affect stock returns during the pandemic.eng
dc.description.abstractEnquanto a pandemia de Covid-19 segue seu curso, diversos pesquisadores tentaram descrever o impacto da doença no preço da ação de companhias listadas. Eu investigo o mercado de ações brasileiro por meio de uma análise de regressão do impacto de três características de firma (receitas estrangeiras, quantidade de caixa e alavancagem) nos retornos de ações em três períodos da pandemia no país. Como resultado, eu demonstro que, após a detecção do primeiro caso de Covid-19 no Brasil, ambas as variáveis de receitas estrangeiras e alavancagem tiveram um impacto negativo em ações – um aumento de um ponto percentual em receitas estrangeiras foi associado com uma redução de 0,09 em retornos de ações; um aumento de um ponto percentual em alavancagem foi associado com redução de 13,12 em retornos de ações. Este impacto negativo de alavancagem perdurou mesmo depois da confirmação da transmissão comunitária do vírus: um aumento de uma unidade de alavancagem foi associado com uma redução de 17,39 de retornos de ações. Interessantemente, contudo, quantidade de caixa não afetou retornos de ação na pandemia.por
dc.language.isoeng
dc.subjectMarket reactioneng
dc.subjectCOVID-19eng
dc.subjectBrazileng
dc.subjectReação de mercadopor
dc.subjectBrasilpor
dc.titleCovid-19 in the Brazilian stock marketeng
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.subject.bibliodataMercado financeiropor
dc.subject.bibliodataAções (Finanças) - Brasilpor
dc.subject.bibliodataCOVID-19 (Doença)por
dc.rights.accessRightsopenAccesseng
dc.contributor.memberSchiozer, Rafael Felipe
dc.contributor.memberOkimura, Rodrigo Takashi


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record