Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira, Lucia Barbosa de
dc.contributor.authorViana, Denise Mathias
dc.date.accessioned2021-04-07T14:39:22Z
dc.date.available2021-04-07T14:39:22Z
dc.date.issued2021-02-09
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/30315
dc.description.abstractObjetivo – Este trabalho teve como objetivo compreender como os comportamentos comunais, agênticos e andróginos dos líderes influenciam a qualidade da relação líder-liderado (LMX) e a satisfação no trabalho dos liderados. Buscou-se, também, compreender em que medida o gênero – do líder, do liderado e da díade líder-liderado – exerce interferência nesses resultados. Metodologia – O estudo, de natureza quantitativa, contou com a participação de 441 empregados de organizações públicas e privadas de diferentes tamanhos e setores de atividade. As hipóteses foram testadas por meio de análises de variância (ANOVA) e regressão linear múltipla. Resultados – Os resultados mostraram que a qualidade da relação líder-liderado (LMX) e a satisfação no trabalho é maior entre subordinados cujos líderes possuem comportamentos comunais e andróginos, quando comparados aos agênticos. Além disso, as evidências mostraram que o gênero (do líder, do liderado e da díade líder-liderado) não influencia esses resultados de forma significativa. Limitações – A amostra foi obtida por conveniência e todas as perguntas foram respondidas em um único momento do tempo. Contribuições práticas – Os resultados deste estudo apontaram para a importância de líderes efetivamente preocupados com seus subordinados, ou seja, com comportamentos comunais ou andróginos, o que pode orientar ações concretas de desenvolvimento de lideranças nas organizações. Ao evidenciar a maior relevância dos comportamentos do líder, relativamente ao gênero, espera-se contribuir para a maior diversidade de gênero nas posições de liderança. Contribuições para a sociedade – Espera-se que os resultados deste estudo promovam o debate e o desenvolvimento de ações concretas para a maior inserção das mulheres em funções executivas. Originalidade – No contexto brasileiro, observa-se uma carência de estudos quantitativos sobre as relações entre gênero e comportamentos da liderança e as percepções e atitudes dos liderados.por
dc.description.abstractObjective – This study aimed to analyze how communal, agentic and androgynous leader behaviors influence leader-member exchange quality (LMX) and employee satisfaction. It also sought to understand whether the gender (of the leader, the member and the leader-member dyad) has impact on these results. Methodology – The study, of quantitative nature, had the participation of 441 employees from organizations of different sizes and activity sectors. The hypotheses were tested using analysis of variance (ANOVA) and multiple linear regression. Results – The results showed that leader-member exchange quality (LMX) and employee satisfaction is higher among subordinates whose leaders have communal and androgynous behaviors, when compared to agentic leaders. In addition, the results also showed that the gender (of the leader, the member or the leader-member dyad) does not generate significant changes in these results. Limitations – The data was obtained from a convenience sample and all questions were answered at a single point in time. Practical contributions – The results of this study pointed to the importance of leaders genuinely concerned with their subordinates, that is, with communal or androgynous behaviors, which can guide concrete actions for leadership development in organizations. By highlighting the greater relevance of the leader's behaviors, relative to his/her gender, we hope to contribute to the greater gender diversity in leadership positions. Contributions to society – We hope that the results of this study promote the debate and the development of concrete actions for a greater women participation in executive functions. Originality – In the Brazilian context, there is a lack of quantitative studies on the relationships between gender and leadership behaviors, and the perceptions and attitudes of subordinates.eng
dc.language.isopor
dc.subjectLiderançapor
dc.subjectComportamentos do líderpor
dc.subjectComportamentos da liderançapor
dc.subjectGêneropor
dc.subjectLMXpor
dc.subjectSatisfação no trabalhopor
dc.subjectLeadershipeng
dc.subjectLeadership behaviorseng
dc.subjectBehaviors of the leadereng
dc.subjectGendereng
dc.subjectEmployee satisfactioneng
dc.titleA influência do gênero e do comportamento do líder na qualidade da relação líder-liderado e na satisfação no trabalhopor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.subject.bibliodataLiderançapor
dc.subject.bibliodataComportamento organizacionalpor
dc.subject.bibliodataClima organizacionalpor
dc.subject.bibliodataSatisfação no trabalhopor
dc.degree.date2021-02-09
dc.contributor.memberMansur, Juliana Arcoverde
dc.contributor.memberCavazotte, Flávia de Souza Costa Neves


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record