Show simple item record

dc.contributor.authorOliveira, Fernanda Almeida Fernandes de
dc.date.accessioned2020-06-30T18:58:33Z
dc.date.available2020-06-30T18:58:33Z
dc.date.issued2017-09
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/29371
dc.description.abstractEm virtude dos desafios da transparência e de governança corporativa enfrentados pelas empresas estatais e companhias de economia mista brasileiras, a recente Lei 13.303/2016 – Lei das Estatais – traz ao ordenamento novas exigências jurídicas e parâmetros de governança corporativa para as empresas públicas, as sociedades de economia mista e suas subsidiárias. Muito embora já tenha transcorrido mais da metade do prazo para adequação fixado pela Lei (junho de 2018), tem-se visto pouco avanço por parte das empresas no sentido de se adequarem a uma nova realidade de maior transparência e melhores padrões de governança. A fim de compreender o cenário atual e o quanto se deve evoluir para se adequar às novas exigências da Lei, o presente trabalho recorre à realidade de quatro Companhias Estaduais de Saneamento Básico - CEDAE, COPASA, SABESP e SANEPAR; compila o perfil dos membros da Diretoria e analisa o cumprimento das exigências legais referentes à escolha dos mesmos. Por fim, conclui que as companhias listadas em bolsa – COPASA, SABESP e SANEPAR – apresentam melhores práticas de governança e transparência quando comparadas à CEDAE, que, por sua vez, apresenta piores resultados também no tocante à formação acadêmica e ao conhecimento de seu quadro de dirigentes.por
dc.language.isopt_BR
dc.subjectLei 13.303/2016por
dc.subjectGovernança corporativapor
dc.subjectTransparênciapor
dc.subjectEmpresa públicapor
dc.subjectConselho de administraçãopor
dc.subjectDiretoriapor
dc.subjectCompanhia estadual de saneamento básicopor
dc.titleAnálise da adequação da nova lei das estatais no âmbito das companhias estaduais de saneamento básicopor
dc.typeConference Proceedingseng
dc.subject.areaAdministração públicapor
dc.contributor.unidadefgvDemais unidades::RPCApor
dc.subject.bibliodataEmpresas - Saneamentopor
fgv.contributor.centrosFGV CERI - Centro de Estudos em Regulação e Infraestrutura
fgv.relation.ispartofMedindo a sustentabilidade dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Brasilpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record