Show simple item record

dc.contributor.advisorMeirelles, Fernando de Souza
dc.contributor.authorSouza Junior, Paulo Pereira de
dc.date.accessioned2019-09-24T15:11:56Z
dc.date.available2019-09-24T15:11:56Z
dc.date.issued2019-09-22
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/28145
dc.description.abstractA adoção de um plano estratégico digital voltado para a assimilação e inovação tecnológica tornou-se um dos maiores desafios organizacionais da atualidade, constituindo um novo momento onde o sucesso de uma organização está condicionado principalmente a sinergia entre processos organizacionais, pessoas e tendências digitais. Ciente da necessidade de construção de uma cultura de inovação digital, as grandes empresas se mobilizam na captura do máximo de oportunidades relacionadas às principais tendências tecnológicas, considerando principalmente a busca pelo aumento da competitividade e aperfeiçoamento da experiência dos clientes. O segmento de negócios e serviços de telecomunicações assume um papel de vital importância para disseminação das novas tecnologias, suportando outros segmentos de negócio com infraestrutura e serviços de comunicação, integrando e promovendo a disseminação das novas tecnologias denominadas SMACIT (Social Media, Mobile, Analytics, Cloud Computing e Internet of Things). Especificamente o segmento de telecomunicações não está imune a nova onda de inovação digital, com transformações capazes de alterar concepções antigas de modelos de negócio, observando principalmente a ampliação do escopo dos serviços de comunicação com a adoção de novos serviços digitais. Considerando os aspectos da transformação digital e o papel do segmento de telecomunicações como plataforma para transformação digital de outros negócios, este trabalho se propõem avaliar como as 3 principais operadoras de telecomunicações brasileiras estão posicionadas considerando o uso e aplicação das novas tecnologias (Intensidade Digital) e a criação de um ambiente para a promoção da inovação digital ou liderança para transformação (Intensidade de Gestão para Transformação). Conforme análise demonstrada neste trabalho, para o segmento de telecomunicações do Brasil, o posicionamento e maturidade relacionada a evolução dos projetos de transformação digital é diferente entre as principais operadoras, observando principalmente as diversas tendências tecnológicas disponíveis atualmente, sendo que tais diferenças podem determinar os patamares competitivos de uma organização.por
dc.description.abstractThe adoption of a digital strategic plan focused on assimilation and technological innovation has become one of the biggest organizational challenges of today, constituting a new moment where the success of an organization is mainly conditioned by the synergy between organizational processes, people and digital trends. Aware of the need to build a culture of digital innovation, large companies mobilize to capture the maximum opportunities related to the main technological trends, especially considering the pursuit of increasing competitiveness and improving the customer experience. The telecommunications business and services segment plays a vital role in the dissemination of new technologies, supporting other business segments with infrastructure and communication services, integrating and promoting the dissemination of new technologies called SMACIT (Social Media, Mobile, Analytics, Cloud Computing and Internet of Things). Specifically, the telecommunications segment is not immune to the new wave of digital innovation, with transformations capable of altering old conceptions of business models, mainly observing the expansion of the scope of communication services with the adoption of new digital services. Considering the aspects of digital transformation and the role of the telecommunications segment as a platform for digital transformation of other businesses, this paper aims to evaluate how the main Brazilian telecommunications operators are positioned considering the use and application of new technologies (Digital Intensity) and the creating an environment for promoting digital innovation or leadership for transformation (Management Intensity for Transformation). We analyze in this paper, that for the Brazilian telecommunications segment, the positioning and maturity related to the evolution of digital transformation projects is different among the main operators, observing mainly the various technological trends available today, and such differences may determine the competitive levels of organizations.eng
dc.language.isopor
dc.subjectDigital capabilitieseng
dc.subjectDigital transformationeng
dc.subjectDigital leadershipeng
dc.subjectTelecommunicationseng
dc.subjectCapacidades digitaispor
dc.subjectTransformação digitalpor
dc.subjectLiderança digitalpor
dc.subjectTelecomunicaçõespor
dc.titleCapacidades digitais e intensidade de gestão para transformação digital: operadoras de telecomunicações do Brasilpor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.subject.bibliodataTelecomunicações - Brasilpor
dc.subject.bibliodataEficiência organizacionalpor
dc.subject.bibliodataInovações tecnológicaspor
dc.subject.bibliodataMeirelles, Fernando de Souzapor
dc.rights.accessRightsopenAccesseng
dc.contributor.memberMaia, Marta de Campos
dc.contributor.memberMachado-da-Silva, Fábio Nazareno


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record