Show simple item record

dc.contributor.advisorMattos, Marco Aurélio Vannucchi Leme de
dc.contributor.authorAlves, Pedro Henrique Guimarães Teixeira
dc.date.accessioned2019-05-07T18:37:48Z
dc.date.available2019-05-07T18:37:48Z
dc.date.issued2019-03-29
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/27412
dc.description.abstractA presente dissertação analisa a atuação da denominação batista no Brasil, especialmente por meio de sua instituição diretiva principal, a Convenção Batista Brasileira (CBB), entre 1881 e 1935. A CBB foi a organização criada pelos batistas para reunir as igrejas e instituições batistas locais sob um aparato técnico e burocrático de abrangência nacional, com um plano missionário, doutrinário e programático único. A edificação e sucesso de tal órgão dependeu do equilíbrio de dois princípios batistas fundamentais, embora opostos: a autonomia individual e das igrejas e a centralização das mesmas em instituições cooperativas. Destacam-se, no trabalho, os usos de tais princípios de acordo com o contexto em que a denominação se inseria, de forma que o balanceamento entre os mesmos foi o desafio fundamental para a denominação e, mais especificamente, para a CBB, nos anos examinados por esta dissertação.por
dc.language.isopor
dc.subjectConvenção Batista Brasileirapor
dc.subjectBatistaspor
dc.subjectIgrejas batistaspor
dc.titleO regime divino: batistas brasileiros entre a autonomia e a centralização (1881-1935)por
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaCiências sociaispor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::CPDOCpor
dc.subject.bibliodataConvenção Batista Brasileirapor
dc.subject.bibliodataBatistaspor
dc.subject.bibliodataIgrejas batistas - 1881-1935por
dc.contributor.memberAmaral, Deivison Gonçalves
dc.contributor.memberAzevedo, Israel Belo de


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record