Show simple item record

dc.contributor.authorUrbina, Cíntia Meireles
dc.contributor.authorEid Júnior, William
dc.date.accessioned2017-10-03T18:32:06Z
dc.date.available2017-10-03T18:32:06Z
dc.date.issued2016-08
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/18905
dc.description.abstractO artigo verifica quais são os fatores que influenciam a propensão do indivíduo a contratar crédito, como, por exemplo, sua renda familiar, número de cartões de crédito e qual é a sua percepção em relação ao seu nível de conhecimento sobre os juros que são cobrados para a utilização de crédito. Desde 2002, tem havido uma forte expansão do uso de crédito particularmente a modalidade cartão de crédito no Brasil e tal fato contribuiu para o aumento do endividamento das famílias, que não souberam administrar suas finanças justamente por não terem entendimento apropriado em relação ao funcionamento dos juros compostos. Uma survey foi feita para verificar o perfil do brasileiro que se endivida e utilizou-se fuzzy-set (QCA) para a análise dos dados. Os resultados mostram evidências de que indivíduos com baixo poder aquisitivo, baixo nível de conhecimento sobre os juros cobrados para a utilização de crédito, possuidor de dependentes e grande número de cartões de crédito são mais propensos a contraírem dívidas.por
dc.language.isopor
dc.publisherCentro de Estudos em Finanças (GVcef)
dc.subjectEndividamentopor
dc.subjectPropensão à dívidapor
dc.subjectVariáveis sociodemográficaspor
dc.titlePerfil do indivíduo em relação à concessão de créditopor
dc.typePapereng
dc.subject.areaEconomiapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.subject.bibliodataCartões de créditopor
dc.subject.bibliodataCrédito direto ao consumidorpor
dc.subject.bibliodataEmpréstimo bancáriopor
dc.subject.bibliodataInadimplência (Finanças)por


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record