Show simple item record

dc.contributor.advisorTsuchida, Marcos H.
dc.contributor.authorRocha, Leonardo Atila Lelis
dc.date.accessioned2010-04-20T20:58:12Z
dc.date.available2010-04-20T20:58:12Z
dc.date.issued2007-12-17
dc.identifier.citationROCHA, Leonardo Atila Lelis. Cartéis em leilões: atuação e medidas de combate. Dissertação (Mestrado em Economia de Empresas) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2007.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/1840
dc.description.abstractAuction is a procedure for allocating resources with good results. I present the theoretical literature on auctions, which shows that, under several conditions, auctions led to allocate resources efficiently and to maximize the auctioneer’s income. However, these results are only valid if the participants of the auction are not organized in cartels. A cartel is an organization which inhibits business competition among firms. Acting as a cartel may or not lead to an effi- cient allocation of resources, however the auctioneer’s income, will always suffer. I analyze the theoretical literature regarding cartels in auctions of a single object, which characterizes ways of coordination and act5ion strategies and their sustainability. In addition, I analyze the challenges that a cartel should overcome. Also, I present measures the auctioneer should take in case there is a suspicion of an existing cartel. First-price auction is the least susceptible to the action of cartels, because there is an incentive for firms to divert from cartel guidance. Combating cartels is evaluated by the discount rate necessary for the existence of a cartel. If the discount rate needed is smaller it means that this cartel is more difficult to be sustained. Moreover, I show that a random reserve price is a better way to fight against cartels than a fix reserve price in repetitive first-price auctions.eng
dc.description.abstractLeilão é um procedimento de alocação de recursos com boas propriedades. Apresento a literatura teórica de leilões a qual demonstra, que sob diversas condições, leilões levam à alocação eficiente de recursos e maximização da receita do leiloeiro. Entretanto estes resultados valem apenas se os participantes do leilão não estejam organizados em cartéis. Um Cartel é uma organização que inibe a concorrência entre firmas. A atuação de um cartel pode ou não levar a uma alocação eficiente de recursos, mas a receita do leiloeiro será sempre prejudicada. Analiso a literatura teórica de cartel em leilões de objeto único que caracteriza formas de coordenação do cartel, estratégias de atuação e sua sustentabilidade. Apresento os desafios que o cartel deve superar. Mais ainda, proponho medidas que devem ser tomadas, caso haja suspeita de existência de cartel. O leilão de primeiro preço é o menos suscetível a ação de cartéis, pois nele há incentivo para as firmas desviarem das orientações do cartel. O combate a cartéis é avaliado por meio da taxa de desconto necessária para o cartel existir. Se a taxa de desconto necessária é menor significa um cartel mais difícil de ser sustentado. Demonstro que o preço de reserva randômico é melhor para combater cartéis do que o preço de reserva fixo em leilões de primeiro preço que se repetem.por
dc.language.isopor
dc.subjectLeilõespor
dc.subjectPolítica antitrustepor
dc.subjectDireito antitrustepor
dc.subjectPreço de reservapor
dc.titleCartéis em leilões: atuação e medidas de combatepor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaEconomiapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EESPpor
dc.subject.bibliodataCartéispor
dc.subject.bibliodataTrustes industriaispor
dc.contributor.memberAzevedo, Paulo Furquim de
dc.contributor.memberBugarin, Maurício Soares


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record