Show simple item record

dc.contributor.advisorMoura, Alkimar R.
dc.contributor.authorCampos Neto, Silvio
dc.date.accessioned2010-04-20T21:30:02Z
dc.date.available2010-04-20T20:54:41Z
dc.date.issued2005-04-28
dc.identifier.citationCAMPOS NETO, Silvio. Dominância fiscal e outros fatores de influência dos prêmios de risco no Brasil: uma análise do período sob o regime de metas para a inflação. Dissertação (Mestrado em Economia de Empresas) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2005.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/1802
dc.description.abstractA utilização do regime de metas para a inflação no Brasil está constantemente na pauta do debate econômico no país. Desde a sua implementação, em meados de 1999, há questionamentos sobre sua viabilidade e eficácia no controle da inflação, especialmente em virtude do setor público no Brasil ser altamente endividado e da sempre presente ameaça de crise cambial, dado o papel importante desempenhado por esta variável na economia. Tais críticas se intensificaram após o período de forte volatilidade nos prêmios de risco e no câmbio ocorrido em 2002, quando aumentou a corrente dos defensores da hipótese de que o Brasil estaria sob uma situação de dominância fiscal. A ocorrência deste efeito seria capaz de tirar a eficácia da política monetária no controle da inflação. Diante disso, algumas questões são colocadas: a dominância fiscal é uma situação permanente na economia brasileira ou específica de uma determinada conjuntura? Ou seja, as condições necessárias para a ocorrência deste evento são satisfeitas sob quais situações? Outro ponto importante refere-se à volatilidade dos prêmios de risco no ano de 2002: argumentamos que fatores políticos, especialmente relativos à credibilidade do governo, foram cruciais na variação destes indicadores. A incerteza eleitoral aparece como um evento fundamental na explicação desta crise de confiança, dado que pouco se sabia a respeito das ações que seriam tomadas pelo novo governo, principalmente no que tange à política fiscal e ao cumprimento dos contratos e obrigações financeiras. Concluímos que uma política fiscal saudável, que mantenha o percentual da dívida estável, e um governo que possua credibilidade são fatores fundamentais para que a política monetária, aqui exemplificada pelo inflation targeting, tenha sucesso no seu objetivo maior de manter a taxa de inflação controlada.por
dc.language.isopor
dc.subjectRisco (Economia)por
dc.subjectPolítica Monetária - Brasilpor
dc.subjectDívida Pública - Brasilpor
dc.titleDominância fiscal e outros fatores de influência dos prêmios de risco no Brasil: uma análise do período sob o regime de metas para a inflaçãopor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaEconomiapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.subject.bibliodataPolítica monetária - Brasilpor
dc.subject.bibliodataPolítica tributária - Brasilpor
dc.subject.bibliodataRisco (Economia)por
dc.subject.bibliodataDívida pública - Brasilpor
dc.subject.bibliodataInflação - Brasilpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record