Descobrir o DNA da excessiva judicialização dos conflitos de consumo no setor elétrico e atuar, preventivamente, na raiz da demanda, para evitar a proliferação. Esta seria uma síntese metafórica do modelo, inédito, construído pela FGV DIREITO RIO para dissecar a origem das demandas jurídicas de massa de empresas do setor, levando em consideração todo um conjunto de parâmetros que passam pela localização geográfica dos focos de tais processos, o entendimento do comportamento do consumidor frente aos problemas de consumo, a armazenagem e organização interna desses processos judiciais dentro da empresa, e o tratamento das reclamações pelos setores de atendimento ao cliente, entre outros. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) contratou a FGV DIREITO RIO para elaborar um projeto de Pesquisa & Desenvolvimento que pode ser reaplicado em todas as empresas do setor, pois os conflitos de massa envolvendo as distribuidoras de todo o país guardam características e fatos geradores semelhantes.

Recently added

Now showing items 1-3 of 3