Show simple item record

dc.contributor.advisorZouain, Deborah Moraes
dc.contributor.authorQuental, Rafaella Muglia
dc.contributor.otherOliveira, Fátima Bayma de
dc.contributor.otherSantos, Reginaldo Souza
dc.date.accessioned2014-09-25T12:44:13Z
dc.date.available2014-09-25T12:44:13Z
dc.date.issued2014-03-28
dc.identifier.citationQUENTAL, Rafaella Muglia. É para planejar ou operar? O caso da gestao da carreira de analista em gestão de politicas públicas. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração Pública) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2014.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/12054
dc.description.abstractO estudo de caso a seguir retrata a situação da carreira fictícia de Analista em Gestão de Políticas Públicas, da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, que toma como base a carreira de Especialista em Políticas Públicas do Estado do Rio de Janeiro, análoga a do Governo Federal, a qual visa originalmente a atender os seguintes propósitos: a profissionalização dos quadros do governo e a estruturação de um núcleo de gestão qualificado e eminentemente técnico que fique à frente da formulação, execução e avaliação das políticas públicas municipais. No entanto, a alta evasão dos membros de carreira, os diversos conflitos entre membros e a gestão da carreira, e a insatisfação crescente apresentada por esses profissionais, segundo pesquisas feitas com os mesmos, coloca o Gestor de Carreira, Péricles Coutinho, Superintendente de Desenvolvimento de Carreiras, e recém-chegado à administração pública municipal, em uma posição delicada e complexa. Ao mesmo tempo em que precisa responder aos anseios de seu chefe, o Secretário de Planejamento e Administração Mauro de Andrade, a quem deve o cargo e a lealdade política, deve atender às expectativas demasiadas que foram criadas em torno do novo cargo, sintetizadas pelo presidente da associação dos gestores, André Luiz, que lutava pelo reconhecimento do papel dos analistas em gestão de Políticas Públicas, chamados de gestores municipais, na administração pública municipal. Entre todos esses interesses e expectativas, o gestor da carreira deve reconhecer o melhor caminho a seguir, em prol do propósito maior que é o melhor funcionamento e aperfeiçoamento da máquina pública. Neste cenário, o leitor será convidado a se colocar no papel do gestor de carreiras e avaliar as atitudes tomadas e qual seria a atuação necessária daqui para frente para reverter este quadro geral, diante das expectativas dos diversos atores envolvidos.por
dc.language.isopor
dc.subjectGestão de pessoaspor
dc.subjectGestão de carreiraspor
dc.subjectGestão de conflitospor
dc.subjectServidores públicospor
dc.subjectLiderançapor
dc.titleÉ para planejar ou operar? O caso da gestao da carreira de analista em gestão de politicas públicaspor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração públicapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.subject.bibliodataLiderançapor
dc.subject.bibliodataAdministração de pessoalpor
dc.subject.bibliodataProfissõespor
dc.subject.bibliodataConflito - Administraçãopor
dc.subject.bibliodataServidores públicospor
dc.subject.bibliodataPolíticas públicaspor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record