O Instituto Brasileiro de Economia (IBRE) foi criado em 1951. É a unidade da Fundação Getulio Vargas (FGV) que tem por missão pesquisar, analisar, produzir e disseminar estatísticas macroeconômicas e pesquisas econômicas aplicadas, de alta qualidade, que sejam relevantes para o aperfeiçoamento das políticas públicas ou da ação privada na economia brasileira, estimulando o desenvolvimento econômico e o bem estar social do país.

Sub-communities within this community

Collections in this community

Recent Submissions

  • Mundo desacelera, mas inflação não dá trégua 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2022-04
    Na revisão do World Economic Outlook de abril, o FMI cortou, de 4,2% para 3,6%, a projeção para o crescimento do PIB mundial este ano. O Brasil foi uma rara exceção, com o Fundo aumentando, de 0,3% para 0,8%, o crescimento ...
  • A guerra intensifica o choque inflacionário 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2022-03
    O cenário para este ano já era desafiador, como destacado nas edições anteriores do Boletim Macro. A perspectiva era de baixo crescimento do PIB e de uma taxa de inflação acima do limite superior do intervalo de tolerância, ...
  • Inflação não dá trégua 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2022-02
    O início deste ano tem sido mais desafiador do que o previsto. No front internacional, as pressões inflacionárias se intensificaram, com novos aumentos de preços de commodities, com destaque para o petróleo e as commodities ...
  • À espera das eleições 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2022-01
    Este promete ser um ano diferente dos dois anteriores, com novos temas passando a dominar o debate econômico. O primeiro é a perspectiva de finalmente se controlar a pandemia, mesmo que a Covid-19 não desapareça por completo. ...
  • Ano novo, velhos e novos desafios 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2021-12
    Na análise de conjuntura, o fim de ano é sempre uma oportunidade para revermos o que ocorreu no ano que se encerra e alinharmos expectativas para aquele que começa
  • Atividade econômica desacelera, mas inflação não 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2021-11
    Indicadores de atividade econômica recém divulgados confirmam nossa expectativa de baixo crescimento no terceiro trimestre, com resultados negativos para o comércio e a indústria de transformação, a exceção sendo o bom ...
  • Serviços se recuperam, comércio e indústria desaceleram, inflação não dá trégua 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2021-10
    No Brasil, como de forma geral no resto do mundo, o último trimestre de 2021 começa com a economia colhendo os benefícios do gradual controle da pandemia da Covid-19, em termos do ritmo da atividade econômica e da geração ...
  • Há bolha no mercado imobiliário? 

    Castelo, Ana Maria; Ajzental, Alberto; Picchetti, Paulo
    2021
    A indústria da construção civil, um dos setores intensivos em mão-de-obra, que empregava mais de 6,7 milhões de pessoas no período novembro a janeiro deste ano, e responsável por algo ao redor de 6,2% do PIB brasileiro, ...
  • Indicadores de clima econômico do mundo e da América Latina pioram no quarto trimestre 

    Instituto Brasileiro de Economia
    2019-10
    O indicador Ifo/FGV de Clima Econômico (ICE) da América Latina — elaborado em parceria entre o instituto alemão Ifo e a FGV — registrou queda pelo terceiro trimestre consecutivo ao passar de 26,4 pontos negativos, em julho, ...
  • Clima econômico piora na América Latina e no Mundo 

    Instituto Brasileiro de Economia
    2019-07
    O Indicador Ifo/FGV de Clima Econômico (ICE) da América Latina — elaborado em parceria entre o Instituto alemão Ifo e a FGV — registrou piora pelo segundo trimestre consecutivo, puxado pela queda no Indicador da Situação ...
  • O Brasil lidera a piora do clima econômico na América Latina 

    Instituto Brasileiro de Economia
    2019-04
    Na Sondagem Econômica da América Latina referente ao mês de janeiro de 2019 e divulgada em fevereiro foi destacada a liderança do Brasil na melhora do clima econômico da região. O cenário mudou. O Indicador Ifo/FGV de Clima ...
  • Pandemia e economia entram em nova fase 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2021
    Apesar de todos os percalços, o desempenho da atividade econômica neste segundo semestre continua favorável. O processo de reabertura econômica segue avançando, conforme a mobilidade urbana se normaliza sem aumentar o ...
  • Barômetros Globais sinalizam crescimento mais lento no segundo semestre de 2021 

    Campelo Junior, Aloísio; Gouveia, Anna Carolina; Picchetti, Paulo
    2021
    Em setembro, os Barômetros Econômicos Globais mantêm a tendência de enfraquecimento iniciada em julho, refletindo a desaceleração do crescimento econômico mundial no segundo semestre de 2021. Apesar da queda, os níveis dos ...
  • Desafios para a retomada da economia 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2021-08
    O mundo está entrando em uma nova fase, menos assustadora que a do auge da pandemia, mas menos brilhante que a do primeiro semestre. E uma fase com seus próprios desafios No todo, o ambiente internacional ainda permanece ...
  • Recessão e retomada de 2020 invertem padrão de ciclos econômicos do passado 

    Oliveira, Luiz Guilherme Schymura de
    2021-02
    A pandemia da Covid-19 provocou uma recessão mundial e posterior retomada com padrões totalmente diversos das oscilações econômicas do passado. Com a quarentena e o isolamento social, o surto do novo ...
  • 2021: recuperação após sustentação em 2020 

    Pessôa, Samuel de Abreu
    2021-01
    O ano que se encerrou caracterizou-se pela epidemia e o esforço de reduzir seus impactos sobre a economia e a sociedade. A imprevisibilidade e intensidade do evento fizeram com que diversos países ...
  • América Latina na “guerra comercial” entre a China e os Estados Unidos 

    Pereira, Lia Valls
    2020-12
    A China é o principal mercado de exportação do Brasil desde 2009. A importância desse mercado não parou de crescer ao longo dos últimos anos e passou de 13,7% para 28% entre 2009 e 2019. No ano da pandemia, esse percentual ...
  • Pandemia cede, mas recuperação mais expressiva da atividade segue desafiante 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2021-07
    Há algum tempo enfatizamos a importância de se controlar a pandemia para que a economia possa se recuperar do enorme choque trazido pela COVID-19. A segunda onda da pandemia, foi, nesse sentido, uma ducha de água fria no ...
  • Atividade melhora no curto prazo, mas a aceleração inflacionária antecipa o fim dos estímulos monetários 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2021-06
    A vacinação segue sendo a principal alavanca da retomada econômica global, cuja robustez tem sido confirmada em indicadores divulgados mais recentemente. Ao todo, pouco mais de um quinto da população global recebeu pelo ...
  • Atividade surpreende positivamente no curto prazo, mas incerteza segue alta 

    Campelo Junior, Aloísio; Braz, André Furtado; Pinheiro, Armando Castelar; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Damasceno, Juliana; Pereira, Lia Valls; Ribeiro, Lívio; Garrido, Marina; Ribeiro, Matheus Rosa; Santiago, Mayara; Pessôa, Samuel de Abreu; Bittencourt, Viviane Seda
    2021-05
    Na contramão dos indicadores antecedentes e coincidentes da atividade econômica, a queda registrada no mês de março pelos principais indicadores do IBGE foi bem menos intensa do que o previsto. Diante disso, se espera um ...

View more