Show simple item record

dc.contributor.advisorMaia, João Marcelo Ehlert
dc.contributor.authorCaruso, Gabriela de Brito
dc.date.accessioned2014-01-24
dc.date.available2014-01-24
dc.date.issued2012-11-30
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/11442
dc.description.abstractO presente trabalho procura debater a formação intelectual em contextos não ocidentais a partir do estudo de caso de Syed Hussein Alatas, (1928-2007), sociólogo malaio pioneiro nas Ciências Sociais do Sudeste Asiático. Comparando seus escritos de juventude sobre islamismo e política com sua produção de maior renome 'The Myth of the Lazy Native' (1977), procuro comprovar a relação de continuidade entre seu pensamento religioso e sua argumentação sociológica madura. Esta hipótese desafia as ideias de secularização e da autonomização do campo acadêmico para a gênese dos intelectuais modernos pressuposta pela sociologia clássica dos intelectuais, aproximando-se de uma análise mais contemporânea para o estudo de contextos periféricos.por
dc.language.isopor
dc.subjectSyed Hussein Alataspor
dc.subjectSociologia dos intelectuaispor
dc.subjectCentro-Periferiapor
dc.titlePensando intelectuais a partir da periferia: a trajetória de Syed Hussein Alataspor
dc.typeTCeng
dc.subject.areaCiências sociaispor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::CPDOCpor
dc.subject.bibliodataHistória intelectualpor
dc.subject.bibliodataAlatas, Hussein, Syedpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record