Show simple item record

dc.contributor.authorFalcão, Joaquim
dc.contributor.authorCerdeira, Pablo de Camargo
dc.contributor.authorArguelhes, Diego Werneck
dc.date.accessioned2012-12-26T11:28:41Z
dc.date.available2012-12-26T11:28:41Z
dc.date.issued2012-12-26
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/10312
dc.description.abstractEste I Relatório do Supremo Tribunal em números apresenta uma constatação quanto à natureza institucional do STF, obtida a partir da identificação de padrões em seus processos. O supremo não se comporta como um só tribunal, mas sim como três cortes distintas fundidas na mesma instituição, um tribunal com três personas. O Relatório é composto de duas partes. Na Parte I: As Cortes Constitucional, Recursal e Ordinária, apresenta-se a fundamentação estatística sobre a existência de três cortes em uma, bem como se descreve as características comuns. Na Parte II – As cortes uma a uma, analisa-se separadamente cada uma das três cortes procurando entender a evolução no tempo e as peculiaridades mais representativas de cada uma.por
dc.language.isopor
dc.publisherEscola de Direito do Rio de Janeiro da Fundação Getulio Vargas
dc.titleI Relatório Supremo em Números - o Múltiplo Supremopor
dc.typeReporteng
dc.subject.areaDireitopor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::DIREITO RIOpor
dc.subject.bibliodataPoder judiciáriopor
dc.subject.bibliodataBrasil. Supremo Tribunal Federalpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record