Show simple item record

dc.contributor.advisorPereira Filho, Carlos Eduardo Ferreira
dc.contributor.authorSousa, Kleber Morais
dc.date.accessioned2012-12-19T18:49:32Z
dc.date.available2012-12-19T18:49:32Z
dc.date.issued2012-11-01
dc.identifier.citationSOUSA, Kleber Morais. Efeitos da arrecadação tributária e dos gastos públicos em Serviços de saúde dos municípios de Pernambuco. Dissertação (Mestrado em Administração) - Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, Fundação Getúlio Vargas - FGV, Rio de Janeiro, 2012.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/10292
dc.description.abstractThis study aims to investigate the effects of municipal tax collection and polítical variables in the differenee of límit of 15% of spending with tax resources in the healthy services and aetions of municipalities from states of Pernambnco. The researeh is exploratory and used regression analysis with panel data as a quantitative method. It was made a data collection in the data banks of Ministry of Health, the National Treasury and the Supreme Electoral Tribunal referring to the 184 municipalíties, corresponding to the period of 2005 to 2009. It can be conc1uded that in election year there is an increase of 0,49% of healthy spending with tax resources and that there is a decrease of 0,63% in the differenee of applícation in mnnicipalities administered by party with the same affi1iation of the ruler. The per capita tax eollection, electoral competition for the office of mayor and party ideology of rulers do not affeet in the differenee of limit of 15% of expenditure with tax resources in healthy actions of Pernambuco' s municipalities.eng
dc.description.abstractEsse estudo tem por objetivo investigar os efeitos da arrecadação dos impostos municipais e de variáveis políticas na diferença do limite de 15% dos gastos com recursos de impostos nas ações e serviços de saúde dos municípios pernambucanos. A pesquisa é exploratória e utilizou método quantitativo com o emprego de regressões com dados em painel. Para tanto, foram levantados dados nas bases de dados do Ministério de Saúde, Secretaria do Tesouro Nacional e do Tribunal Superior Eleitoral dos 184 municípios, correspondente ao período de 2005 a 2009. A pesquisa conclui que em ano eleitoral os gestores municipais aumentam os gastos em saúde com recursos de impostos em 0,49% e que municípios administrados pelo partido de afiliação do governador reduz a diferença de aplicação em 0,63%. A arrecadação dos impostos per capita, competição eleitoral para o cargo de prefeito e ideologia partidária dos governos não afetam na diferença do limite de 15% dos gastos com recursos de impostos em ações de saúde dos municípios pernambucanos.por
dc.language.isopor
dc.subjectImpostos municipaispor
dc.subjectPolíticapor
dc.subjectHealth expenditurespor
dc.subjectMunicipal taxespor
dc.subjectGastos em saúdepor
dc.subjectPolicypor
dc.titleEfeitos da arrecadação tributária e dos gastos públicos em Serviços de saúde dos municípios de Pernambucopor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.subject.bibliodataGastos tributáriospor
dc.subject.bibliodataImpostos municipaispor
dc.subject.bibliodataImpostos - Arrecadaçãopor
dc.subject.bibliodataServiços de saúdepor
dc.contributor.memberPinhanez, Monica de Maria Santos Fornitani
dc.contributor.memberSantos, Reginaldo Souza
dc.contributor.memberGoldszmidt, Rafael Guilherme Burstein


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record