Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

Acumulação de capacidades tecnológicas, inovação e competitividade industrial: alguns resultados para a Indústria Brasileira de Siderurgia

Paulo N. Figueiredo, Maurício Canêdo Pinheiro, Bernardo Pereira Cabral, Felipe Queiroz Silva, Rubia Cristina Wegner, Fernanda Steiner Perin

Abstract


O desenvolvimento industrial e tecnológico é um dos fatores decisivos para que os países avancem para a categoria de alta renda per capita. Não se trata de uma panaceia, mas a história ensina que nações que se desenvolveram industrialmente, por meio da Acumulação de Capacidades Tecnológicas (ACT) para inovação, também obtiveram significativo desenvolvimento socioeconômico. Tornaram-se países de alta renda, transformaram-se em líderes no mercado global e em fornecedores de tecnologia para vários tipos de indústria.
Nesse sentido, este documento é parte integrante de um projeto de pesquisa mais amplo sobre o tema da acumulação de capacidades tecnológicas e competitividade industrial no Brasil, que examinou alguns setores industriais, entre eles o de siderurgia.




DOI: http://dx.doi.org/10.12660/tlii-wps.65533