Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

A identidade do historiador

Francisco Falcon

Resumo


A partir de um resumo da historiografia brasileira recente e suas relações com a chamada crise da história, tenta-se aí situar a questão da identidade, ou melhor, das identidades do próprio historiador. A retomada dos percursos historiográficos visa a permitir a compreensão da situação atual da oficina da história, na qual novas maneiras de compreender a disciplina e o ofício vieram mudar radicalmnte o sentido da oposição entre os historiadores tradicionais e novos. Como resultado, a identidade tornou-se um problema bem mais complexo cujas dimensões se procura desenhar a partir da comparação entre as posições de dois historiadores completamente distintos, opostos mesmo: Chartier e Elton. Por último, algumas reflexões irão sintetizar os principais pontos em discussão e tentar explicitar a natureza das diferenças que opõem, na atualidade, historiadores de ofício -- por mais diferentes que possam ser -- e os não-historiadores que vêm analisando tanto as práticas historiadoras como, principalmente, o discurso histórico.

Texto completo:

pdf


Revista Estudos Históricos
Uma publicação do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil - CPDOC/FGV

eh@fgv.br