Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

Associativismo de moradores de favelas cariocas e criminalização

Lia Rocha

Resumo


Neste artigo, articulo diversos momentos de trabalho de campo qualitativo em favelas cariocas para investigar as dinâmicas de negociação entre os dirigentes de associações dessas localidades e os agentes civis e militares do poder público, notadamente durante o Programa de “Pacificação” de Favelas, iniciado em 2008. Argumento que o silenciamento e o rebaixamento da crítica dos moradores são operados através da desqualificação desses, e nessa operação, a criminalização é um elemento fundamental. Concluo discutindo como silenciar, disciplinar e criminalizar compõem o repertório do governo dos pobres nas periferias urbanas e seus efeitos para a democracia.


Palavras-chave


Favela; Associativismo; Criminalização; Segregação; Militarização.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Revista Estudos Históricos

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Revista Estudos Históricos
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais (PPHPBC) da Escola de Ciências Sociais (CPDOC) da Fundação Getulio Vargas (FGV)
 

eh@fgv.br