Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

A cultura política da visibilidade: os Pankararu na cidade de São Paulo

Edson Yukio Nakashima, Marcos Alexandre dos Santos Albuquerque

Resumo


Os indígenas Pankararu começaram a migrar de Pernambuco há mais de 60 anos e somam mais de 2.000 pessoas em São Paulo. Devido à sua organização autônoma, eles foram o primeiro grupo indígena migrante do Nordeste a receber assistência de órgãos como a Funai e a Funasa, em São Paulo. Para tanto, passaram a promover apresentações de uma tradição religiosa até então restrita às suas aldeias em Pernambuco: o praiá. Este texto apresenta o contexto de construção da visibilidade dos Pankararu em São Paulo e a legitimidade dessa especificidade étnica através das apresentações dos praiás como um elemento paradigmático de sua “indianidade”.

Palavras-chave


indígenas Pankararu; migração; políticas indigenistas; performance; identidade

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Revista Estudos Históricos
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais (PPHPBC) da Escola de Ciências Sociais (CPDOC) da Fundação Getulio Vargas (FGV)
 

eh@fgv.br