Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

A botânica e a política imperial: a introdução e a domesticação de plantas no Brasil

Warren Dean

Resumo


O artigo examina o impacto da introdução de plantas e espécies animais exóticas no Brasil no início do século XVI. Através dessa importante prática, que teve impacto nos ecossistemas naturais, os portugueses selecionaram elementos culturais que seriam estratégicos para garantir e expandir seu controle sobre a sociedade colonial. Envolvendo experiências como o estabelecimento de plantações e jardins botânicos, bem como viagens para localizar e pesquisar espécies, esse processo de reorganização da paisagem brasileira é curioso, pois escapou ao conhecimento humano até esse século. Isto é precisamente o que torna o estudo desse processo tão estimulante e ilustrativo.

Texto completo:

pdf


Direitos autorais

 

Revista Estudos Históricos
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais (PPHPBC) da Escola de Ciências Sociais (CPDOC) da Fundação Getulio Vargas (FGV)
 

eh@fgv.br