Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

Bandeirantes ao chão

Maraliz de Castro Vieira Christo

Resumo


A memória do bandeirantismo, constituída principalmente a partir da década de noventa, no século XIX, com a criação do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, pautava-se por valorizar a conquista territorial, criando uma imagem heróica para o aventureiro paulista, omitindo o despovoamento. Nos primórdios desse processo, Henrique Bernardelli apresenta em seu quadro ¿Os Bandeirantes¿, de 1889, uma versão menos triunfalista, estabelecendo um rico diálogo com a história da arte. A tela tanto incorpora uma preocupação naturalista, por tentar reconstituir as vicissitudes do bandeirante ante a natureza, quanto constitui-se em metáfora condenatória, face à violência praticada contra o indígena.

Texto completo:

pdf


Direitos autorais

 

Revista Estudos Históricos
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais (PPHPBC) da Escola de Ciências Sociais (CPDOC) da Fundação Getulio Vargas (FGV)
 

eh@fgv.br