Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

O Estado Nacional como ideologia: o caso brasileiro

Elisa Maria Pereira Reis

Resumo


Este artigo explora o conceito de estado-nação sob uma perspectiva analítica que privilegia a dimensão ideológica. Enquanto realidade construída, a nação permite uma reconciliação ideológica entre a dominação burocrática e a solidariedade social, própria dos estados nacionais modernos. Nesse sentido, a discussão teórica inicial sublinha o caráter histórico e evolutivo da construção do estado nacional e critica a inadequação de se aplicar um único modelo para analisar o processo, mas também defende o uso de modelos alternativos que permitam a comparação e eventualmente generalizações relativas a esse tipo de processo. O artigo ilustra assim o uso da perspectiva teórica tal como ela aparece para examinar a experiência histórica brasileira na construção do estado nacional. Finalmente, na terceira e última parte, o texto aborda rapidamente algumas das implicações do percurso do estado-nação brasileiro e que, segundo a autora, constituem os aspectos determinantes a serem considerados num projeto de objetivo democrático.

Texto completo:

pdf


Direitos autorais

 

Revista Estudos Históricos
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais (PPHPBC) da Escola de Ciências Sociais (CPDOC) da Fundação Getulio Vargas (FGV)
 

eh@fgv.br