Os pesquisadores, as publicações e os periódicos da área de Finanças no Brasil: Uma análise com base em currículos da plataforma Lattes

Autores

  • Marcelo Scherer Perlin Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • André Portela Santos Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.12660/rbfin.v13n2.2015.47157

Palavras-chave:

periódicos de finanças, plataforma lattes, pesquisadores de finanças, bolsa de produtividade

Resumo

Este artigo analisa a produção científica da área de Finanças no Brasil. Utilizando um \emph{software} proprietário para obter informações diretamente da plataforma de currículos Lattes foi possível verificar o perfil e as tendências da pesquisa em Finanças no território nacional. Os principais resultados da pesquisa mostram que a maioria dos pesquisadores de Finanças são relativamente jovens em termos de tempo de carreira, com doutorado finalizado entre os anos de 2005 e 2014 e situados no sudeste do país. Observa-se também que a produção científica nacional em periódicos internacionais de impacto é pequena em comparação com o total de publicações encontradas. O número de publicações por ano tem crescido exponencialmente, porém a qualidade das produções, medida pelo Qualis, deteriorou-se. Uma análise da produtividade dos autores mostra que os autores mais produtivos possuem duas características em comum: doutorado fora do Brasil e bolsa de produtividade do CNPQ.

Biografias Autor

Marcelo Scherer Perlin, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professor Adjunto, Departamento de Ciências Administrativas

André Portela Santos, Universidade Federal de Santa Catarina

Professor Adjunto, Departamento de Economia

Publicado

05-11-2015

Edição

Seção

Artigos