Small Worlds e Board Interlocking no Brasil: Estudo Longitudinal das Redes Corporativas, 1997-2007

Autores

  • Wesley Mendes-da-Silva Professor of The Finance, Accounting and Controllership Department of The Fundação Getulio Vargas/Escola de Administração de Empresas de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.12660/rbfin.v9n4.2011.3176

Palavras-chave:

Board Interlocking, Análise de Redes Sociais em Finanças, Conselhos de Administração

Resumo

A Análise de Redes Sociais (ARS) é um campo emergente de pesquisa em Finanças, sobretudo no Brasil. De forma pioneira, este trabalho apoia-se em referenciais de diferentes áreas do conhecimento: análise de redes sociais e governança corporativa, para tratar um tópico similarmente emergente em finanças, o board interlocking, o objetivo é verificar a validade do modelo de small worlds no mercado de capitais brasileiro e a existência de associações entre o posicionamento da firma na rede de relações corporativas e o seu valor. Para tanto, foram empregados dados oficiais relativos a mais de 400 empresas listadas no Brasil entre 1997 e 2007. Os principais resultados obtidos sugerem que a configuração das redes de relações entre os membros de conselhos e entre empresas reflete o modelo de small world. Além disso, parece existir uma relação significativa entre a centralidade da firma e o seu valor, descrita segundo uma curva do tipo “U invertido”, o que sugere a existência de valores ótimos de proeminência social na rede corporativa.

Biografia Autor

Wesley Mendes-da-Silva, Professor of The Finance, Accounting and Controllership Department of The Fundação Getulio Vargas/Escola de Administração de Empresas de São Paulo

Wesley Mendes-Da-Silva, um dos fundadores da Sociedade Brasileira de Finanças, é Doutor em Administração (linha de Finanças [2010]), pela FEA/USP, possui trabalhos publicados e premiações (nos meios acadêmico e empresarial) no Brasil e no exterior, com foco em mercado de capitais e finanças corporativas. É assessor técnico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, autor de capítulos de livros, Editor Associado e Referee convidado de publicações e conferências acadêmicas. Detém ainda o título de Oficial da Reserva não-Remunerada do Exército Brasileiro. Seus interesses de pesquisa estão essencialmente orientados a: i) Mercados de Capitais, ii) Finanças Corporativas, iii) Finanças Comportamentais, iv) Redes Sociais em Finanças, e v) Inovação em Finanças. No setor produtivo tem atuado em Conselhos Editoriais Técnicos na área Financeira e também em Assessoria na classificação de riscos corporativos para Tópicos Relacionados a avaliação e desenho de Estruturas de Governança Corporativa de Empresas de Capital Aberto ou Fechado.

Publicado

18-01-2011

Edição

Seção

Artigos